terça-feira, 1 de abril de 2008

Respostas a dúvidas sobre a aids

Internautas procuram coisas e coisas. Algumas pra lá de esdrúxulas, outras fazem o maior sentido. Tenho analisado como as pessoas chegam a estas Saudaids e aqui vão algumas respostas ao que é buscado sobre aids na web.

Pessoas com HIV podem prestar concursos públicos?
Sim. Não há nada que impeça uma pessoa com HIV ou aids de prestar um concurso público.


Artistas com aids no Brasil
Sabemos que Renato Russo, Cazuza, Lauro Corona e Sandra Bréa, por exemplo, morreram de complicações ocasionadas pela aids. Mas, não estou aqui pra dizer se fulano ou sicrana tem ou não o HIV. O objetivo destas Saudaids é difundir opiniões e informações sobre questões relativas a campanhas educativas sobre aids e reunir pessoas vivendo com HIV e aids da blogosfera.


Quantos anos vive uma pessoa com HIV/aids?
Tive um namorado que morreu de aids em 1984. Meu exame reagente só foi confirmado em 1988. Portanto, vivo há pelo menos 20 anos com HIV e 16 anos com aids. Conheço pessoas que estão vivas há mais tempo do que eu. As poucas informações que tenho me levam a afirmar que tudo depende de pessoa para pessoa, de como o emocional e o psíquico aceitam a infecção e a doença, de como o organismo aceita os antiretrovirais e do quanto a pessoa aguenta viver um tempo com os efeitos colaterais. Atualizado em 22/01/10: Entretanto, há cerca de dois meses, foi divulgado que atualmente a expectativa de vida de uma pessoa com HIV é de 35 anos depois da infecção.


Por que as pessoas com HIV não devem ser chamadas de aidéticos?
Porque este é um termo que carrega preconceito, estigma e discriminação. Em países de língua portuguesa em que a sigla adotada é a SIDA, as pessoas até são chamadas de sidéticas. Nos países de língua inglesa, médicos ainda chamam seus pacientes de aidéticos. O politicamente correto é dizer que a pessoa tem HIV, é soropositiva, vive com aids ou é doente de aids. Só chame alguém de aidético se quiser ofender.


Qual a diferença entre uma pessoa com HIV e uma com aids?
A diferença está nos níveis de células T4 no sangue. Se não me engano, o Brasil recomenda aos médicos que uma pessoa com células T4 menor que 200ml³ comece a fazer uso dos medicamentos antiretrovirais. As células T4 são as que controlam, por assim dizer, nosso nível de imunidade. Quando chegam a níveis menores que 200ml³, estamos sujeitos a contrair diversas doenças e sermos atacados pela síndrome de imunodeficiência adquirida, que no Brasil chamamos de aids. A partir do momento em que os serviços de saúde começam a disponibilizar as drogas anti-aids, os médicos são obrigados a notificar a pessoa com HIV, que passa a ser denominada pessoa com aids.


Qual a diferença entre AIDS, aids ou Aids?
A rigor, não existe diferença nenhuma. A questão está na importância que damos à palavra em nossas vidas. Jornalisticamente, o correto seria escrever Aids e não AIDS, pois alguns manuais de redação pregam que toda sigla com mais de quatro letras deve ser escrita com a primeira em maiúscula e as demais em minúsculas. Outra corrente defende que, como a sigla é usada para definir uma doença, tal como câncer, tuberculose ou hanseníase, deve-se escrevê-la com minúsculas. Escrevo “aids” porque o valor que ela tem pra minha vida é minúsculo.


Atualizado em 11/03/2013: Não respondo mais a dúvidas. NA DÚVIDA, FAÇA O TESTE DE AIDS. LIGUE TAMBÉM PARA 0800 61 1997. A ligação é gratuita.

Veja também: Dúvida sobre AIDS tem resposta nas redes sociais

338 comentários:

1 – 200 de 338   Recentes›   Mais recentes»
Vida PositHIVa disse...

Oi paulo, tudo bem??

Obrigado pelo comentário no meu blog, realmente naquele dia eu tava bem deprimido e usei do blog como meio de desabafo.
Aos poucos tô ficando melhor, amadurecendo e aceitando tudo que tá acontecendo.

Quanto as repostas que você deu nesse seu post, uma delas ainda me causa dúvida. Já me falaram que nenhum concurso pode desclassificar o candidato por ser portador do vírus, mas se assim é, por que que alguns concursos ainda axigem o exame???

Um abraço e espero mesmo contar contigo quando precisar.
Até mais

Paulo Giacomini disse...

Caro amigo,

A exigência de exames de HIV para ingresso em uma empresa, pública ou privada, é inconstitucional, tal como o exame para gravidez.
Diversos editais de concursos públicos já foram embargados por causa dessa "pérola".
A portaria interministerial 869, de 1992, proíbe o teste anti-HIV nos exames médicos admissionais, periódicos e demissionários. A legislação traz uma série de justificativas para evitar a discriminação de portadores de HIV:
A sorologia positiva para o HIV não acarreta prejuízo à capacidade de seu portador; Os convívios social e profissional com portadores do HIV não configuram situações de risco.
Se e quando precisar, grite.

Anônimo disse...

Oi,
Vc fala que seu namorado morreu de aids em 1984 e vc só soube q tbm era portador em 1988, antes de 1988 vc ja havia feito algum exame q não detectou ou vc so fez exame em 1988 e ja ficou sabendo q tinha HIV?
Aguardo respota.
Obrigado!
Abrç

Paulo Giacomini disse...

Oi,
O Elisa (exame que detecta anticorpos do HIV) só chegou ao Brasil em 1986/87.

juninho disse...

Oi Paulo! Tenho um amigo que demorou um pouco a fazer o exame mas já estav com os sintomas mais comuns: diarréias, herpes, emagrecimento, perda de apetite e ele está com medo que seja tarde para iniciar um tratamento, como ele deve proceder? Obrigado!

Juninho

Paulo Giacomini disse...

Juninho,
Seu amigo deve procurar o encaminhamento para um serviço de atendimento especializado em DST/HIV/AIDS na sua cidade ou estado para iniciar o acompanhamento médico, fazer os exames de contagem de células T4 e carga viral para avaliar a necessidade de tratamento anti-retroviral.
É possível ter sintomas, iniciar o tratamento e algum tempo depois voltar a ter uma vida saudável.
Cuidem-se!

Anônimo disse...

GOSTARIA DE SABER SE O TRATAMENTO DEVE COMEÇAR ANTES DE APARECER OS PRIMEIROS SINTOMAS OU SOMENTE DEPOIS. OBRIGADO.

Paulo Giacomini disse...

Olá. Em "Dicas Posithivas", disponível no site do Programa Nacional de DST e AIDS do Ministério da Sáude (http://www.aids.gov.br/data/Pages/LUMIS83951200PTBRIE.htm), a recomendação é a seguinte:

"Converse com seu médico. Sua disposição para o tratamento, seu estado
geral e os seus exames são todos fatores que precisam ser considerados. Além disso, lembre-se de que o tratamento é um compromisso diário, uma nova rotina para você. Por isso, é importante saber como tudo vai funcionar e como você pode contribuir para o processo."

Sobre a sua pergunta, especificamente, o acompanhamento médico deve preceder o tratamento com medicamentos. É essa rotina, que inclui a manutenção de consultas médicas e exames de laboratório, que dará ao profissional de saúde a dimensão física do paciente e informará quando o tratamento com antirretrovirais deve ser iniciado.

Tecnicamente, segundo as "Recomendações para Terapia Anti-Retroviral em Adultos Infectados pelo HIV", de 2008, "o tratamento deve ser recomendado em indivíduos assintomáticos, com contagem de linfócitos T-CD4+ entre 200 e 350/mm3".

LENA disse...

sou doadora,a 1 ano já fiz dois exames de HIV - não reagente -
mas o meu namorado doou e seu teste deu inconclusivo... é possivel o vírus se manifestar em uma pessoa primeiramente?

Paulo Giacomini disse...

Lena,

Seu namorado pode estar no período de janela imunológica, no qual o vírus ainda está se instalando nas células e mesmo estar com imunidade baixa devido a alguma infecção. Sugiro que ele espere mais uns 15 dias e faça novo exame.

Fora isso, há o caso de casais sorodiscordantes, quando, apesar de fazerem sexo sem preservativo, apenas um deles apresenta o vírus.

Anônimo disse...

Oi Paulo:
Gostei muito das suas explicações, me fez entender bastante sobre a doença!!! mas ainda tenho dúvidas....qual é o risco real de fazer as unhas em salão? Quanto tempo o vírus permanece vivo no alicate??? Eu já escutei de tudo e ninguém me informa direito!!! Outra coisa: eu nunca, nunca mesmo tenho relações sexuais sem preservativo (nem brinco sem ele),mas mesmo assim fico preocupada com situações, tais como: ex: o cara (soropositivo) se masturba e depois masturba a parceira com a mesma mão e nesse caso há troca de fluidos...tem perigo assim? E quanto ao sexo oral, é real o risco de se contaminar mesmo SEM engolir o esperma (só segurá-lo na boca , depois cuspir e escovar os dentes)??? Muito obrigada pela atenção e parabéns pela matéria!!!

Paulo Giacomini disse...

Olá, obrigado por colocar aqui suas dúvidas. No site do Programa Nacional de Aids, parte delas são respondidas. Segundo o programa, "o vírus da aids é bastante sensível ao meio externo. Estima-se que ele possa viver em torno de uma hora fora do organismo humano. Graças a uma variedade de agentes físicos (calor, por exemplo) e químicos (água sanitária, glutaraldeído, álcool, água oxigenada) pode tornar-se inativo rapidamente". Porém, existe o risco de infecção por hepatites B e C, que são vírus que têm maior resistência quando exposto ao meio ambiente. Por isso, é importante a informação que os vírus da hepatite tornam-se inócuos nos instrumentos de manicures apenas se esterelizados depois de uma hora a 180 graus em forno próprio sem ser aberto.
Não conheço casos de infecção nas condições que vc coloca. Mas seria bom que antes de masturbar a parceira, o soropositivo lavasse as mãos.
No caso do sexo oral, o risco existe se houver fissura no órgão genital e sangramento na boca/língua para que haja contato com o vírus.

Matheus disse...

bom dia,meu nome é matheus, queria saber o seguinte: transei com uma mulher, com camisinha e tal, mas após isso, dormimos, acontece que os testiculos e envolta ali, acabam tendo contato com a mucosa da vagina, como me vesti, botei uma cueca e tal, e só fui tomar banho na manhã seguinte, fiquei pensando se o meu penis nao acabou tendo contato com essa mucosa, visto que ainda estava úmido quando acordei. queria saber tambem, se há risco do homem contrair hiv da mulher ao receber sexo oral sem camisinha, fiquei preocupado pelo fato dela ser garota de programa. desde já, obrigado.

Paulo Giacomini disse...

Olá Matheus. Pelo seu relato, não vejo como vc ter algum risco de infecção por HIV nessa relação específica. Se vc estava de cueca, qual o perigo? Mas, se não estava, havia alguma fissura sangrando no seu pênis ou na vagina dela? Se vc. não for circuncisado, seu pênis ainda estava úmido provavelmente porque vc. não o limpou/enxugou após o ato sexual.
O risco de transmissão do HIV pelo sexo oral sem camisinha existe se houver ferida na boca, sangramento na gengiva ou fissura peniana.
Ah, e prostitutas estão enquadradas numa população que é das que mais se previne do HIV e de outras infecções sexualmente transmissíveis.

Anônimo disse...

oI! Desculpa perguntar assim do nada e tal, e anonimo ainda =/ mas sou menina e to com muito medo =/ eu tive uma relaçao desprotegida com um rapaz, foi um deslize meu, pq eu nao costumo me arriscar, e acabou acontecendo, ele nao ejaculou "dentro" , e o rapaz era soldado e tal, esteve ano passado no exterior inclusive, e surgiu um boato de que ele tinha aids.
Nao fiz exame ainda, mas pretendo e queria saber se no exercito, antes de admitirem, costumam tetar sorologia, e tb se o risco é "menor" quando o homem nao ejacula dentro da garota.

obrigada

Paulo Giacomini disse...

Olá, desculpe a demora em responder suas questões. Não sei se as Forças Armadas exigem teste de HIV antes de um recruta entrar para a corporação. Não deveria, pelo menos.
Sim, o risco de contrair o HIV é menor se a ejaculação ocorrer fora da vagina.
Cuide-se!

Anônimo disse...

Oi Paulo

Tenho algumas dúvidas, descobri que a mãe da filha de meu atual namorado possui o vírus do HIV, logo fui procurar saber da vida dele e da filha, e constatei por exames, que nenhum dos dois possuem o vírus, realmente existe esta possibilidade? Ele ainda não sabe que eu sei, vc acha que devo me abrir com ele, mesmo sabendo pelos exames dele que não possui o vírus? Desde já, grata!

Paulo Giacomini disse...

Olá. A possibilidade de seu namorado não ter sido infectado é real.
Quanto a vc se abrir com ele é uma decisão q só vc pode tomar, pois é vc quem se relaciona com seu atual namorado.
Mas eu não gostaria de ter minha vida vasculhada por alguém que eu estivesse envolvido e essa pessoa não dissesse pra mim o q tinha descoberto.

Anônimo disse...

Oi Paulo, eu so descobri que tinha o virus a 9 meses, e esta sendo muito dificil me relacionar novamente pois não tenho namorado o meu ex fez o exame e deu negativo ele não quer mais namorar comigo pois tem muito medo, sou enfermeira a 10 anos e passei um periodo trabalhando com portadores e posso ter contraido o virus trabalhando, não me arrependo se for esse o caso pois amo a minha profissão eu tenho medo de me envolver com alguem e transmitir o virus por isso estou escrevendo. Será que existe algum site de relacionamento para portadores da Aids?
aguardo a resposta: vidanovavida@hotmail.com
beijos.

Paulo Giacomini disse...

Olá Vida Nova Vida
Acho q seu nick fala tudo. É sua nova vida e, como enfermeira, deve saber explicar a um possível pretendente as informações corretas sobre o HIV e a Aids. E, se ele amar vc mesmo, não deverá ser difícil encarar um relacionamento sexual baseado em conceitos preventivos, profiláticos.
No site da RNP+ Brasil (www.rnpvha.org.br) é possível encontrar pessoas além de notícias, debates e política. No orkut, algumas comunidades virtuais promovem encontros entre pessoas vivendo com HIV e Aids. O uol tem uma sala de bate-papo sobre HIV e há, em inglês um site de relacionamentos muito interessante, o HIV AIDS Tribe (www.hivaidstribe.com). Abração e um beijo grande.

Anônimo disse...

Oi,
Há 4 meses recebi sexo oral.
Estou com muita dor na coxa direita e nas axilas.
Posso estar contaminado?

Paulo Giacomini disse...

Oi, isso é uma piada, não é? Não, vc não pode estar contaminado. O que pode estar acontecendo é seu corpo estar reagindo a uma provável infecção a um agente infeccioso qualquer. Se vc notar gânglios nas axilas e coxa e, ao persistirem os sintomas, procure um médico.

Anônimo disse...

Oi!
eu tinha um namorado, e por varias vezez fizemos sexo anal e ele ejaculava dentro de mim, e tbm sexo oral mais eu nao engolia ,depois guspia,essas sao concerteza formas de contagio pelo virus? quais as formas de contagia numa relaçao homosexual?

Anônimo disse...

uma duvida meio boba, mais duas pessoas que ja tenha o virus da aids podem fazer sexo sem camisinha? ou iria almentar em uma ,ou coisa do tipo?

Anônimo disse...

Caro paulo fiquei com uma pessoa em fevereiro, não ejaculei pois estava bebado, descobri que ela é portadora , alguma chance de eu não ter me contaminado?

Paulo Giacomini disse...

Aproveito para responder de uma só vez as três últimas dúvidas, coincidentemente de três anônimos, que serão nomeados pelas horas q postaram seus comentários, pois dois deles postaram no mesmo dia. Do último ao primeiro:

17:41: Há sim, chances. O risco de transmissão do HIV de mulher para homem é de 17 em mil. Mas, como vc estava bêbado, certamente não deve ter se lavado depois... Por via das dúvidas, faça o teste. Se estiver infectado, o quanto antes se sabe, maior é a expectativa de vida. Se não estiver, ou se estiver infectado, já pensou seriamente nas razões pelas quais vc não usa o preservativo só porque estava bêbado? Ou melhor, já pensou em quantas vezes teve de ficar bêbado para transar sem preservativo e depois culpar a bebedeira?

1:14: Pessoas com HIV devem transar sempre com camisinha, e isso vale para um casal soropositivo ou um casal sordiscordante (no qual apenas 1 é HIV+). Desde o início da transa. É mais ou menos isso mesmo que você diz. Quanto mais tipos de HIV diferentes, mais chances os vírus têm de enganar o sistema imunológico.

00:34: Essas práticas descritas por vc são, com certeza, formas de sexo de alto risco de infecção. Vamos lá, as formas de infecção pelo HIV numa relação homossexual são fazer sexo oral ou anal sem preservativo, com ou sem ejaculação. O sexo anal tem mais risco que o oral, mas este também tem o risco de um sangramento bucal ou de uma microfissura do pênis.
Mais informações: http://www.aids.gov.br/data/Pages/LUMIS81B68422PTBRIE.htm

Anônimo disse...

ola paulo é o seguinte,a2meses tive uma relaçao onde rompeu o preservativo,eu parei logo..2meses depois fiz o anti hiv e deu negativo..entretanto conheci uma rapariga e numa noite ela fez sexo oral em mim,eu ejaculei na boca dela,e noutra noite nos rossamos sem camisa..pergunto me se ela tiver o hiv,pode ter me transmitido por secresoçes vaginais mesmo sem penetraçao?me ajude..porke a uma semana apos as relaçoes apanhei uma gripe k tive febre,dores musculares,e o+estranho é ke me apareceram fraquesa nas pernas e as vezes da uma sensaçao de ardor..eu consultei o meu medico e ele diz ke é a gripe a..mas a verdade é ke ja tem 47 dias apos o possivel contagio e a frakesa nas pernas nao me passa..vai e volta..eu estou dando em maluco..estou esperando os2meses para fazer outro anti hiv..o que vc axa?posso ter contraido o virus do hiv assim?me ajude aguardo resposta ansiosamente..um abraço

Paulo Giacomini disse...

Olá. a chance de transmissão do HIV no sexo entre homem e mulher é de 17 por mil para o homem. Haveria risco no roçado se ela tiver HIV e seu pênis estiver com algum sangramento. E no sexo oral, a não ser que hajam fissuras na boca ou nos genitais, a saliva possui componentes neutralizantes ao HIV.

Anônimo disse...

Eu fiz sexo oral sem proteção em uma desconhecida nesta madrugada!Tem alguma medicaçao q poderia tomar hj ou algum outro procedimento para tentar diminuir as chances de pegar um possivel HIV?

Paulo Giacomini disse...

Ela estava sangrando ou existe algum sangramento na sua boca? Pra quê o medicamento se não há risco de infecção neste caso?

Anônimo disse...

ola paulo,precisva que voce me ajudasse com uma dúvida..como escrevi em cima,tive uma relaçao d risco,em que recebi sexo oral de uma rapariga,e que ela se rossou com a vagina no meu penis, pelo ke vi nos sites,os sintomas do hiv desaparecem de uma a quatro semanas,dizem k todos se recuperam desta fase,mas eu ainda apresento fraquesa nas pernas e as vezes no braço direito . .será que isto é mesmo hiv ou poder ser outra doença ?é que ja levo2meses..ajuda me por favor . .ajuda me a entender isto . .

Paulo Giacomini disse...

Amigo, como já escrevi, não há possibilidade de um roçado transmitir HIV dessa forma. Mas, para acabar com as dúvidas, repita o teste.
Acredito que sua fraqueza nas pernas esteja mais relacionada com a somatização de outras questões.
Procure um médico, faça um check-up completo, mas tire isso da cabeça, não fique se torturando dessa maneira.

Anônimo disse...

é que com a rapariga k me rossei eu pedi lhe para fazer um anti hiv e o teste dela deu negativo e ela diz k tambem teve uma relaçao desprotegida a2meses atras,ou seja ela realizou o anti hiv 2meses apos o risco..o negativo dela é confiavel..?eu vou repetir um daki a uma semana(ke faz2meses tambem)peço deskulpa por tar sempre a falar no mesmo..o meu medico passou me uns comprimidos para o relaxamento dos musculos..as vezes apresento melhora o dia todo..n sei o que se passa comigo..obrigado pela sua atençao.cumprimentos e um bom natal

Anônimo disse...

Olá Dr. Paulo tudo bem?
Minha duvida é a seguinte: há uma semana fui dar uma volta e parei em um lugar para urinar e fiz sem querer uns ferimentos com o ziper da calça que na hora não percebi na parte debaixo do penis quase chegando ao inicio dele... como nao percebi encontrei uma garota de programa e ela fez oral em mim com camisinha mas a camisinha era pequena e subia toda hora, tanto q ficamos em media um minuto fazendo e eu parei. Quando cheguei em casa e vi os ferimentos(que nao sangravam eram bem superficiais so saim uma aguinha hoje ja estão cicatrizados) fiquei desesperado com a possibilidade dela ter encostado a boca neles e me passado alguma doença ou até Aids!!
Você acha que isso é possivel? Não lembro bem se ela encostou ou nao... Acha que devo ficar mesmo tão preocupado? Agradeço desde já!!

Anônimo disse...

Ola, paulo bom dia.
Bem, meu nome é eduardo, sou homossexual, sou casado, e vivo com esta pessoa ha quatro anos, sempre mantivemos relação sexual sem preservativo, sempre fiz exame e deu negativo, o meu exame recente foi no ano passado, porém meu companheiro descobriu há uns tres meses que é portador de virus, acho que as pessoas achariam que sou louco por continuar com ele mesmo sabendo que é soro positivo, porém ,eu amo muito, e nao tenho vontade de perdelo, há algumas perguntas:
pelo que a medica nos disse ele conviveu com o virus(sem medicação) pelo menos 13 anos, isso seria uma boa noticia para que ele com a medicação possa viver bastante tempo?
e o porque que eu fui infectado, um milagre?
as minhas axilas andam tendo muitos inchaços e se eu espremo sai tipo um pus, porque será?
desde de já lhe agradeço sua atenção e aguardo suas respostas, um grande abraço e continuefazendo este trabalho maravilhoso de tirar as nossa duvidas, obrigado, e que Deus lhe abençoe

Paulo Giacomini disse...

Olá, peço desculpas por apenas responder agora, mas estava em férias. Precisava descansar. Este vai ser um ano corrido. Vamos às duas questões:

A questão do zíper: sim, você pode ter corrido o risco, mínimo de se infectar com um HPV. Mas não é provável. Ah, não sou médico nem doutor, ok? Por enquanto sou apenas o que a ciência chama de "patient expert".

Eduardo, não sei se é milagre, pois isso é com outras forças, mas casos como o seu, de um parceiro ser HIV+ e o outro não ter HIV é o que se chama de casal sorodiscordante. Parece que algumas pessoas têm algumas enzimas que bloqueiam o vírus naturalmente. Esse pode ser o seu caso. Já no caso do seu parceiro, a resposta é a seguinte: recentemente a expectativa de vida de pessoas que vivem com HIV é de 35 anos. E sim, pode ser um facilitador o fato de ele ter resistido 13 anos sem medicação ao HIV. Mas vai depender da adaptação dele aos medicamentos antirretrovirais e, principalmente, da adesão dele ao tratamento e à medicação.
Quanto aos seus glânglios inchados, recomendo que faça testes anti-HIV regularmente. Procure acompanhar-se, preferencialmente, como mesmo médico de seu companheiro.
E parabéns. Seu amor é maior que a Aids. Beijo no seu coração.

Anônimo disse...

ola paulo,desculpe novamente..keria a sua opiniao sobre o ke escrevi entes do natal...sobre sentir frakesa nas pernas..eu realizei o teste anti hiv esta semana,e deu negativo . .os seja com 2meses 2semanas apos possivel contagio..mas agora apareceu me tipo gengivite..sangro mt das gengivas..:( vo marcar uma consulta co meu medico a ver o ke ele me diz,o facto de as vezes eu ainda ter praticado sexo oral com a rapariga,pode ter alterado o resultado destes testes..?eu xeguei lhe a pedir pa fazer o anti hiv e deu negativo . .sera k posso fikar descansado com este teste eskecendo a possibilidade d ter hiv?o facto de ter feito+vezes sexo oral com ela pode ter influenciado para um resultado negativo no exame?pf dê me uma resposta sincera . .peço desculpa novamente.obrigado

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo. Não havia respondido suas questão porque pensei que já havia dito tudo o que poderia dizer-lhe por aqui. A mim, que não sou médico, parece que sua tremedeira é mais psicológica do que física. Aconselho-te a fazer novo teste e a procurar um psicólogo para poder identificar de onde vem essa tremedeira. Abraços.

Anônimo disse...

paulo,vc axa k e ainda posso ter hiv?para ser exacto realizei o teste 2 meses e15dias apos possivel contagio . .dizem ke com2meses ja da um resutado definitivo:(nao entendo isto .. ate pedi a rapariga para fazer um anti hiv e deu negativo . .dizem ke fraquesa nas pernas tb pode ser hiv . .:( desculpe o encomodo. . .obrigado

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo, parece q queres q lhe diga algo q eu não sei. Disse-te q a melhor maneira de tirar tuas dúvidas é fazer outro teste.
Mas já te disse em outras respostas q não acredito que tenhas se infectado.
Novamente: não sou médico, mas pra acabar com tuas dúvidas, apenas duas coisas podes fazer:
1) fazer outro teste anti-HIV;
2) procurar um psicólogo.
Relaxa, goza e seja feliz!

Anônimo disse...

Anônimo disse...
Oi Paulo, tdo bem,eu gostaria de esclarecer algumas dúvidas com vc eu fui ontem numa clínica de massagens e recebi uma massagem taylandesa da massagista que na verdade é uma garota de programa e eu nunca tive contato até então com esse tipo de massagem e Paulo eu tenho uma dermatite "alergia" á alguns tecidos sintéticos e eu nesse dia estava com uma cueca sintética e com isso apareceram várias feridinhas de alergia no meu glúteo e na região da virília que coçam e ardem e massagista ficou roçando a vagina em mim nessa região e eu senti uma certa ardência no meu glúteo e dai na hora que virei ela encostou perto da virília ardeu denovo e eu pedi pra parar e fui embora pra minha casa não me lembro dela ter encostado no meu pênis, chegando em casa fiquei super preocupado e percebi que estava cheio dessas bolinhas da alergia tipo espinhas e que arderam ao passar o álcool.
Paulo será que tenho algum risco de ter pego alguma dst ou até mesmo aids?Desde já lhe agradeço e parabéns pelo blog.

Paulo Giacomini disse...

olá, não creio q vc tenha tido algum risco nesta situação específica.
Também tive problemas com cuecas e meias sintéticas, porque suo muito na virilha e nos pés. Sabe o que é bom? Polvilho antisséptico e meias e cuecas de algodão.

everton disse...

Olá!!
Sou portador do virus hiv há 7 anos, minha situação hoje é otima pois o meu ra foi para indectável, sendo que no começo chegou a 88 muito ruim, ou seja fiquei internado no Mi, atualmente me encontro super constragido pois meu namorado terminou por eu ter sido franco com ele, me senti extramente discriminado, hoje eu nâo quero mais me relacionar, meu medico me disse, para eu ir em reuniões de soro positivos, mas mesmo sabendo que são pessoas que estão na mesma caminhada como eu, fico com medo de ser reconhecido por ser de uma familia com artista, tento conhecer pessoas na uol no bate papo hiv, mas infelizmente nunca vejo uma da minha cidade.
Sou uma pessoa muito boa, e queria ser feliz.
Por gentileza o que me aconselharia fazer?
Desde já agradeço, e parabéns pelo blog.
Abs...

Anônimo disse...

Ola Paulo, em primeiro quero lhe parabenizar pela ajuda ao esclarecer nossas dúvidas ..........

A minha é a seguinte, nesse dezembro passado fiz exame de anti HIV 1 e 2, deram não reagente. Agora em Janeiro meu parceiro fez o dele e deu HIV2 positivo (reagente), minhas dúvidas são:
-posso estar contaminado e meu exame estar errado ? é possivel eu naum estar contaminado em dezembro e estar agora ? e qual a possibilidade dele ser HIV positivo e eu não ?

Desde já agradeço . Abraço

Paulo Giacomini disse...

Olá Everton. Seria interessante vc ir às reuniões de grupos de pessoas que vivem com HIV/AIDS. Se seu namorado terminou com vc por causa do HIV é porque ele não conseguiu mais ver a vc além do HIV. Isso é um problema dele. Mas acredito(!) que haja zilhões de pessoas no mundo que conseguem ver as pessoas para além de suas patologias. Por outro lado, se vc transar sempre com camisinha, não precisa contar q tem HIV nos primeiros encontros, o q dá pra preservar sua família, não é? Com ou sem HIV, a busca pela felicidade é inerente ao ser humano. Estamos aqui pra isso, entre outras coisas.

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo de 4/2 à 1h38:

P: posso estar contaminado e meu exame estar errado?
R: Sim, há o período da janela imunológica, no qual exames não conseguem detectar o HIV no sangue.

P: é possível não estar contaminado em dezembro e estar agora?
R: Sim. Além da janela imunológica, vc pode ter sido infectado depois de fazer o teste.

P: qual a possibilidade dele ser HIV positivo e eu não?
R: a possibilidade é remota, mas existem algumas pessoas que produzem anticorpos neutralizantes, impedindo o HIV de infectar a célula. O casal formado por uma pessoa soropositiva e outra soronegativa é chamado sorodiscordante. Procure fazer novo teste.

Anônimo disse...

Oi Paulo...
Gostaria de tirar uma dúvida. Tive uma relação homossexual com um rapaz, meu ex-namorado, sem proteção, atuando como passivo em sexo anal e ativo em sexo oral. Isso foi há 18 dias. Foi minha primeira vez. Após três dias desta relação sexual, tive febre, calafrios e tonteira. Esses sintomas duraram unicamente um dia. Depois que terminei o namoro, fiquei com uma pulga atrás da orelha. Um dia antes de apresentar os sintomas, fiz muito exercício físico, incluindo natação, musculação, ginástica e ainda trabalhei no pesado na fazenda em que trabalho. Depois da relação, meu ânus ficou machucado e perdi um pouco de sangue. Agora não sei se isso pode ser decorrência do esforço físico que cometi associado a perda de sangue, que ocorreu umas duas vezes, ou se isso pode ser sintomas da fase aguda da aids. Estou muito preocupado, mas já marquei consulta com uma infectologista, para tirar essas dúvidas, mas como estou ansioso, gostaria de saber a sua opinião. Um dia após apresentar os sintomas, tive minha segunda e última relação sexual com ele, também sem proteção, e desde então não aparentei mais sintomas. Pelo contrário, me sinto muito bem disposto! Agradeço a atenção e fico aguardando resposta! Renato.

Paulo Giacomini disse...

Renato, sua pergunta é bastante complexa. Os sintomas que você teve podem ser psicológicos. Mesmo porque, a fase aguda do HIV, que é quando ele começa a se reproduzir no organismo e as células têm de trabalhar mais para tentar expulsá-lo, duram mais do que apenas um dia. A mucosa anal é mesmo muito sensível. Qualquer coisinha sangra. Um papel higiênico um pouco menos macio às vezes também pode provocar sangramento na mucosa anal. Até por isso é legal transar de camisinha, pois não há perigo dos pelos pubianos provocarem fissuras. Aconselho você a fazer o teste, se é que ainda não o fez. E camisinha, sempre!

Anônimo disse...

paulo gostava de ter a sua opiniao ,ate porke ja nao vou com o que constam os sites d hiv..tive uma relaçao de risco e tive gripe na semana seguinte,fiz analises com 1mes e meio e depois com 86 os resultados sao estes sSEROLOGIA/VIROLOGIA : ag. hbs (metodo eclia)negativo HBS (METODO ECLIA) VALOR 10 anti hiv 1e2 negativo(metodo eclia) ANTI HAV,iGg valor 15 /anti-hav,igm 0.40 ou seja os resultados k constam sao todos negativos e o+recente k fiz com 84 dias : ag. HBs (metodo eclia) negativo. Ac. hbs(metodo eclia) «10 depois,anti hiv 1/2 negativo

imonoresologia VDRL negativo

agora me pergunto,sera necessario a realizaçao de novo teste ou posso dar como encerrado o assunto?eu procurei um medico e ele diz que mesmo que eu tenha sintomas n pode ser hiv..eu acredito que com a data dos exames mencionada seria o sufeciente para descartar..o que axa paulo? mt obrigado abraço. carlos

Paulo Giacomini disse...

Carlos, seu médico está certo. Não há porque se preocupar, uma vez que as três vezes que fez os testes, os mesmos deram negativo.
Entretanto, é bom que tu tenhas em mente que o preservativo, a partir de agora, é teu maior aliado, inclusive para não gerar fetos indesejados ou se infectar com outas infecções de transmissão sexual.

Anônimo disse...

ola paulo sou o carlos novamente,enganei me uma coisa que escrevi.na totalidade os testes foram feitos ate 86 dias. e o que eu postei foram os resultados com 1 mes e pouco e o outro com 86 dias.suponho k tenha visto que me enganei.é o sufeciente para discartar a infecçao mesmo que es esteja com alguns sintomas certo..?um muito obrigado paulo .o preservativo nao volta a falhar ja entrei em depressao a uns dias.apenas estava na incerteza.carlos

Anônimo disse...

oi paulo gostava de saber se uma pessoa ke tem pequenos ferimentos na boca(sangue)pode transmitir hiv á outra. ouvi dizer que é preciso ambas estarem a sangrar..mas a verdade é que nao sei cara..voce me pode dar a certeza?abraço gonçalo

Paulo Giacomini disse...

Gonçalo,
Sim, pode transmitir se as duas estiverem com ferimentos na boca ou na gengiva, cáries abertas nos dentes... Mas, qual pessoa que esteja sangrando vai beijar outra com ferimentos ou cáries.
Há risco de infecção? Sim, há!!! Mas, quem em sã consciência vai beijar alguém com a boca sangrando? É preciso ter a intenção de infectar a outra pessoa, sem ter a certeza de poder infectá-la?

Anônimo disse...

oi paulo,foi so um beijo sem lingua e so numa parte eu xupei so o labio dela de baixo..foi muito rapido.a saliva neutraliza o hiv certo..?foi muito pouca quantidade.

Anônimo disse...

paulo,sou o carlos novamente..lamento pela insistencia..mas confesso k estou um pouco confuso com isto da janala imonulogica..alguns aconcelham a fazer testes de anti hiv ate 2meses,3,ja ouvi seis,e tambem um ano..posso mesmo descansar com os meus 85 dias?o meu medico diz que é seguro os meus 3exames negativos..mas precisava mesmo da sua opiniao..ate porke queria mesmo acabar com este sofrimento todo psicologico . .um abraço.mt obrigado. carlos

Paulo Giacomini disse...

Carlos, 85 dias são quase 3 meses, certo? Acredito que o único risco nessa tua história de beijo seria o da outra pessoa ser soropositiva.
Depois de todos os testes que fizestes, com resultados negativos, pode confiar em teu médico. Teus resultados são confiáveis. Tu certamente não estás infectado, confie nisso.
E não dê mais oportunidades ao HIV. Use preservativos sempre!
Abraços.

Anônimo disse...

sim paulo..exactamente isso..e a historia do beijo fui eu que escrevi..eu sei 100%que a pessoa nao é soropositiva..alias era a minha antiga namorada..fikei mt preocupado porke ela diz que no dia seguinte á noite estava com apulsaçao um pouco acelarada..e noutro dia depois comer,que estava com vontade de vomitar..so me preocupa ter acontecido assim tao rapido para que houvesse transmissao de hiv para ela . .ela confirmou me depois que tinha um dente um pouco rachado,sem sangramentos nem nd..apos isso nao me disse mais nada..eu vou descansar em relaçao á minha possivel contaminaçao..nao tenho palavras para lhe agradecer..um mt obrigado.desejo lhe tudo de bom.carlos

Paulo Giacomini disse...

Então fique tranquilo e se cuida!!!

Anônimo disse...

ola paulo,peço imensa desculpa por voltar a fazer perguntas..nao tenho+ninguem a quem puder tirar duvidas,so gostaria que me pudesse responder a esta ultima questa..esta tarde começei com dores de cabeça,logo começei com dores no pescoço.e no lado do pescoço que me estava a dor,notei que estava inxado.é isto que chamam ganglios..?isto so aparece em pessoas que possam ter hiv ou simplesmente podem aparecer por outra razao qualquer..?uma hora e pouco depois notei que esta mt menos inxado..lamento por a minha..obrigado. carlos

Paulo Giacomini disse...

Carlos, gânglios (ou ínguas), que deve ser essa espécie de caroço que tu deves estar sentindo embaixo das axilas não são exclusivas da infecção pelo HIV. Isso pode ser uma proteção do seu próprio sistema imunológico para "cobrir" uma infecção qualquer.
O sistema imunológico cobre o foco da infecção, que vai se expandindo e fica inchado mesmo. É um processo natural de proteção do organismo, para a infecção não se alastrar.
Não se assuste, conheço pessoas que têm alergia a desodorantes e, depois que o usam com alguma frequência, os gânglios começam a aparecer.
Se em duas semanas os gânglios não diminuírem, procure um médico.

Anônimo disse...

Olá Paulo, eu tenho um primo q usa drogas, mas nao sei ao certo se ele usa alguma droga injetavel. Quando fui durmir na casa da minha avó(onde ele mora) eu me cortei c o aperelho de barbear que ele usa quando fui pegar minha escova. Foi um corte bem pequeno, mas saiu um pouquinho de sangue. Ja fazem 2 meses q isso aconteceu, acho q agora da p fazer um teste, ne? O apelho de barbear nao tinha nenhuma mancha de sangue, pelo menos acho. Tem alguma possibilidade de eu ter me contaminado? O virus vive pouco fora do organismo? Obrigada pela sua atençao. Bjs

Carlos disse...

Eai Paulo, tudo bom???
Meu nome é Carlos, tive um relacionamento com uma mulher a cerca de 1 semana, e ela fez sexo oral em mim sem camisinha, logo depois reparei que havia, nao uma fissura, pois nao sangrava, apenas uma perda bem superficial da pele, resultado de masturbaçao... Corro algum risco de pegar alguma doença com ela?

Agradeço desde ja

Carlos disse...

Vale ressaltar que o machucado é mto pequeno mesmo, e acho que nem saiu aquela aguinha.

Anônimo disse...

oi paulo gostava de saber se depois de uma relaçao de risco,ter um estado gripal um pouco estranho,e quatro meses depois do suposto risco ter uma sensaçao de queimaçao nas pernas..poderá ter algo a ver com hiv? obrigado.

Paulo Giacomini disse...

Respostas:

Aparelho de barbear de usuário de droga injetável: se o aparelho estiver recém-usado (até uma hora depois, pelo menos), com sangue e a pessoa for soropositiva para o HIV, há risco de transmissão.

Perda superficial da pele: não conheço caso de transmissão por HIV nessa situação. Mas pode haver transmissão do HPV.

Queimação nas pernas: não é sintoma de infecção por HIV.

Anônimo disse...

ola paulo m meu medico me passou exames de sangue para fazer que se xama: anticorpos para cmv igg+igm (isto é anticorpos para hiv ou outra bacteria qualquer?) juntamente com anti hiv1 e2 mt obrigado.

Paulo Giacomini disse...

Olá, IgG e IgM são para localizar anticorpos específicos de doenças curáveis. Além do teste anti-HIV seu médico pediu para localizar anticorpos IgG e IgM para citomegalovírus.

Aconselho que as pessoas que tenham dúvidas sobre os exames que médicos pedem, que peçam explicação ao profissional para o que serve determinado tipo de exame.

Anônimo disse...

Olá Paulo, queria te fazer uma pergunta:
Há um ano eu tive uma relação com um rapaz e fiz sexo oral sem proteção e ele passou seu pênis no meu ânus mas não penetrou completamente. Apenas colocou no início e não chegou a uma penetração. Posso ter me contaminado nessa relação?
E outra coisa: o fato de não ter nenhum sintoma como febre, manchas na pele, diarréia e outros pode ser indícios de não estar contaminado?
brigadu

Anônimo disse...

ola paulo gostava de saber se uma pessoa que esta a tomar magnesona(ampolas de magnesio)pode influenciar no resultado de um teste de hiv.grato

Anônimo disse...

oi paulo,gostava de saber se um resultado anti hiv negativo com5meses de janela,e ainda ter alguns sintomas,fadiga,dores musculare. é o sufeciente para discartar o hiv ou se seria necessario a realizaçao de novo teste.?obrigado. JOAO

Anônimo disse...

amigo...transei com uma mina sem camisinha.faz uns 5meses pow ae eu acho...acho q to normal nao tive gripe.minha gripe e tipo assi pego ela de manha qndo da atarde ja to zerado nu maximo 1 dia ruin...+uma coisa q eu notei em min foi q 4dedos abaixo do meu imbigo sugiu uma bolinha vermelha pequena q as vezes fika vermelhas as vezes meia com aredores roxo e as vezes ela qase some...e ela nem doi nem corsa e nem escama...oq vc me aconselha desde ja antenciosamente

Paulo Giacomini disse...

Olá, respondo agora as perguntas feitas desde o dia 9 de março:

09/03: O blog acusou que vc foi a mesma pessoa que fez a pergunta sobre o IgG e IgM. Vamos lá: a resposta à sua pergunta é: não há risco nesta situação.

10/03: o blog acusou que vc fez as duas perguntas do dia 10. Vamos às respostas: não há como ampolas de magnésio influenciar no resultado de teste de HIV; vc pode fazer outro teste, mas não é necessário. Mas fadiga e dores musculares também podem ser sintomas de outras doenças. Procure um médico.

22/03: procure um médico dermatologista para fazer uma biopsia dessa sua bolinha. Ela pode ser HPV.

Anônimo disse...

Oi Paulo! Conheci um cara a 2 meses e inrresponsavelmente fazesmo d tudo sem camisinha, sexo anal, oral, ejaculaçao na boca, enfim..
Aparentemente eu acho ele saudavel mas vc sabe que aids nao ta escrito no rosto das pessoas. O que noto d diferente é so que ele gripa com facilidade.
A minha dúvida é: percebi que ele tem várias mancinhas pequenas no corpo d cor avermelhada e um pokinho em alto relevo, bem pokinho mesmo..
Estive lendo sobre sintomas da aids e vi que esse é alguns dos sintomas (manchas vermelhas no corpo)
Será que essas manchinhas podem ser aids?
Se vc tiver alguma foto ou link pra me mostrar como sao essas manchinhas eu agredeceria muito!

Anônimo disse...

Outra pergunta Paulo..
Tem 2 meses que transamos sem camisinha como disse ai acima. Qto tempo demora pra aparecer os primeiros sintomas? Em 2 meses ja da pra aparecer algum?
E no caso, recentemente estou sentindo mal estar, enjoos.. ja fiz exame de gravides e deu negativo. Será que pod ser um sintoma da aids começando a aparecer?

ps: Obrigado por responder a todas essas perguntas pq sao pessoas como vcs que vivem esse problema que nos dao as mais valiosas informaçoes.

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo, as manchas vermelhas que vc. viu como sintomas de Aids podem ser Sarcoma de Kaposi, bem diferentes dessas que vc. relata.
Como faz 2 meses que vc teve essa transa perigosa (pela prática sem camisinha), sugiro que vc. procure fazer o teste anti-HIV. E sugira a seu amigo que procure um dermatologista, pois as manchas podem ser algum problema de pele ou até mesmo de alimentação.
Quanto ao fato dele ficar gripado constantemente, será essa gripe não é alguma droga? Sugira a ele que faça um teste anti-HIV.
Entretanto, qual o motivo de transar com uma pessoa sem preservativo??? Tesão, amor, paixão não protege do HIV. Mas a camisinha protege. Pense nisso da próxima vez que for transar com alguém.

Paulo Giacomini disse...

Olá amigA!!! Acho que estávamos escrevendo juntos, não é? Que coincidência.
Sobre os sintomas, após o período da janela imunológica (link na barra direita do blog), aparecem sintomas que podem durar algumas semanas. Depois passa. Mas isso vai depender da força que o vírus terá sobre seu sistema imunológico.
Como escrevi antes, faça o teste anti-HIV.

Anônimo disse...

Paulo o que é janela imunologica? leio leio e nao consigo entender!
Poderia me explicar de uma forma mais simples??
Obrigada!

Paulo Giacomini disse...

Olá. Janela imunológica é o período de incubação do vírus, no qual o teste anti-HIV não é detectado.

joca disse...

olá
paulo á uns dias atrás fiz sexo com uma prostituta primeiro meteu o preservativo fez-me sexo oral e de seguida vaginal mas não pós lubrificante e estava seca a penetração só durou uns 2 mimutos mas quando retirei o preservativo tinha rebentado ela foi logo toda preocupara para o banheiro lavar-se e desinfectar com betadine e eu tambem fui para o bidé lavar e desinfectar com a betadine não existe ferida nem fissura no meu penis e ela diz para não me preocupar que não pratica sexo sem preservativo e faz analise de 3 em tres meses mas eu fiquei de pé atráz acha que corro risco

Paulo Giacomini disse...

Olá Joca. Sempre se corre risco quando não se usa preservativo ou quando acontecem acidentes como o que relatas. Entretanto, as prostitutas são uma das populações que mais se previnem do HIV e de outras infecções de transmissão sexual. Afinal, o sexo é a ferramenta de trabalho delas.
Provavelmente o preservativo rompeu-se porque tu não o colocaste corretamente. Para o preservativo ser colocado corretamente, deve-se apertar a ponta para que não fique ar quando colocado.
De qualquer forma, sugiro que 2 meses depois desta relação tu faças um teste anti-HIV.

Paulo Giacomini disse...

Corrigindo: as prostitutas estão em uma das populações que mais se previnem.

joca disse...

Paulo
não fui eu a colcar o preservativo mas sim ela,mas o motivo de rasgar nao foi esse foi sim de ela fazer o oral e retirar a lubrificaçao existente no preservativo e penetrar sem ajuda de um lubrificante visto que que a penetraçao custou um pouco porque ela estava seca.,mas você acha que se ela estivesse infectada iria como foi toda preocupada lavar-se e desinfectar com betadine. ela é brasileira e disse-me que não tem doença pois veio pra portugal ganhar dinheiro e nao doença ...trabalha no apartamento durante o dia e á noite vai trabalhar para um pub club e nao faz sexo algum sem preservativo mostrou-me tambem um cartão com um codigo de barras de uma carrinha que vem de 3 em 3 meses ao pub fazerlhes analises a ultima foi em 11 de janeiro só que lá não tem o resoltado ...mesmo assim você acha que pode aver contagio se a penetração não durou mais que um ou dois minutos o meu penis é soudavel sem qualquer lesão e ela estava seca sem secreção vaginal e fui logo lavar e desinfectar seria mesmo ter azar não....obrigado

Paulo Giacomini disse...

Joca, foi a primeira vez que tivestes um preservativo estourado em tua vida? De qualquer forma, acredito que seja difícil mesmo para um homem, colocar-se no lugar de uma mulher, como a que prostituta brasileira que tu descrevestes. Entretanto, se o tivesses tentado, talvez chegasse à conclusão que para ela duas coisas seriam terríveis: engravidar de um cliente da prostituição em Portugal ou de uma relação sexual com esse cliente contrair uma infecção por transmissão sexual ou um HIV.
Bem, como falei-te antes, espere 8 semanas (ou 2 meses) para fazer um teste anti-HIV e um hemograma completo.

Anônimo disse...

UMA TRAVESTI FEZ SEXO ORAL EM MIM,POSSO PEGAR AIDS,POIS EJACULEI BOCA DELE.ESTOU PREOCUPADO,POIS SOU CASADO E QUAL O RISCO DA MINHA ESPOSA.

Anônimo disse...

oi eu fiquei com um homem sem camisinha a uns dois anos fizemos tdo sexo anal muito sexo anal té sangrou oral dai nao fiz exames de hiv mais com qnto tempo os sintomas aparecem e quais os sintomas brigada por enquanto.

Paulo Giacomini disse...

Respostas às questões acima:

29/03: o risco de contrair HIV nesta situação é mínimo. Para isso, a travesti deveria ter um sangramento na boca e seu pênis ter fissuras.

31/03: tempo de aparecimento de sintomas e quais são os sintomas: http://www.aids.gov.br/data/Pages/LUMIS2925639EITEMID0ECF4E8B7CD14EAA8C203754943B07E6PTBRIE.htm

Anônimo disse...

oi paulo tudo bem??
a 4 meses descobri que estou com virus hiv,pois descobri tarde.minha imunidade está muito baixa com isso fiquei paraplegico.queria saber de vc se eu posso futuramente ter filhos sem contaminar minha esposa e filho??vc soube de casos de pessoas que ficaram paraplegicos e depois voltaram a andar??queria ter mais contatos com essas pessoas vc tem algun site ou bate papo com esse tipo de pessoas.obg pela atençao fica com deus

Paulo Giacomini disse...

Olá, há um método de lavagem de esperma bastante utilizado na Itália, mas não sei se já está disponível no Brasil. Sei que mulheres grávidas com HIV têm à disposição terapias antirretrovirais durante o pré-natal que reduzem a possibilidade de seus bebês nascerem infectados. Acredito que seu/sua médico(a) tenha essa informação, pergunte a ele(a).
Não conheço casos de pessoas que perderam completamente os movimentos devido ao HIV, nem mesmo decorrentes de infecções oportunistas causadas pela baixa imunidade provocada pela Aids. Entretanto, na semana passada foi lançado na internet um espaço para discussão sobre Aids e deficiência. Acesse o blog aidsedeficiencia2010.blogspot.com

Anônimo disse...

Olá, no ato sexual com uma amiga a camisinha estourou é imediatamente eu tirei, qual a probabilidade de infecção?

Paulo Giacomini disse...

Olá, a probabilidade de infecção neste caso só existe se ela for soropositiva e tanto ela quanto você tiverem fissuras nos genitais.
Fique tranquilo e, da próxima vez, aperte o bico da camisinha para não entrar ar e use um gel lubrificante a base de água.

Anônimo disse...

Paulo, gostaria de parabenizá-lo, realmente, é grupo de discussão muito util. Por pior que seja a doença, quanto mais munidos de informações temos, tenho certeza que conseguimos administrar ainda mais essa questão. Mais uma vez parabéns.

Anônimo disse...

Deixa eu aproveitar para te fazer algumas perguntas...

Além dos sintomas da AIDs serem parecidos como uma gripe.
Qual é a principal diferença entre Herpes e HIV/AIDS?

Como lidar com a noticia "Você é um portador desta doença imunológica"? Verifiquei através de pesquisas que o estado de espírito pode influenciar a proliferação do vírus.

Com base nos avanços tecnológicos que temos na ciência da saúde, você acredita estarmos próximos da cura? mesmo existindo vários tipos de células diferentes umas das outras com essa deficiência imunológica?

Muito obrigado.

Anônimo disse...

Ola Paulo,tenho uma filha adotiva que vai completar 17 anos em julho,ela tem HIV desde que nasceu,mas só descobri quando ela tinha 13 anos,pois ela começou a ter várias doenças,e foi diagnosticado o HIV,ela teve que iniciar o tratamento imediatamente. Hoje está muito bem de saude,e tem um namorado que não tem HIV,eles pretendem se casar,e ela quer ter filhos. Existe alguma forma de ela engravidar sem contaminar seu parceiro?isso a preocupa muito. E o bebe,existe algum tratamento que faça com que a criança não adquira o vírus?obrigado....mamãe da Brenda!!

portador disse...

É SEGUINTE AMIGOS ! EU DESCOBRI Q ERA PORTADOR EM 2001 MAS NUNCA PROCUREI O TRATAMENTO POR NÃO ACREDITAR NOS RESULTADOS.. A CONSEQUENCIA FOI Q TIVE UMA NEUROTOXOPLASMOSE E CHEGUEI A PRATICAMENTE NAO CONHECER NINGUEM MAIS. E CHEGUEI INCLUSIVE A MORRER CLINICAMENTE FALANDO NO HOSPITAL.. NESTE TEMPO Q ESTIVE MORTO AQUI NA TERRA CLINICAMENTE FUI LEVADO ESPIRITUALMENTE A UM LOCAL MUITO LINDO ONDE NÃO TINHA ESTRADAS.. LOCAL MUITO CHEIROSO CEU AZUL, SOL BRILHANDO DIA LINDO COM FLORES EM TODA PARTE MUITOVERDE E VARIAS CRIANÇAS BRINCANDO.. NESTE LOCAL FUI ATENDIDO CREDIO EU POR 3 MEDICOS QUE SE APROXIMARAM DA CAMA QEU ESTAVA UM LOCAL TODO BRANCO JANELAS ABERTAS. ESTES MEDICOS ME FIZERAM UM TRATAMENTO RAPIDO E FUI LEVADO A UMA CRUZ DESTE LOCALE AGRADECI A PRESENÇA DELES. NA SEQUENCIA ELES ME LEVOU PARA FORA ONDE PASSEI A BRINCAR DE CIRANDA CIRANDINHA COM AS CRIANÇAS... SEM MAIS NEM MENOS ACORDEI DE NOVO AQUINA TERRA NO HOSPITAL JA PERFEITO E ME LEMBRANDO DE TUDO.. O MEDICO QUE ME DEU COMO FALECIDO FOI CHAMADO AO HOSPITAL PORQUE EU TINHA ACOIRDADO TOMADO BANHO E PRONTO PARA IR PARA CASA.. O MEDICO NÃO ACREDITOU QUANDO ME VIU E REFEZ TODOS EXAMES E NADA MAIS TINHA... ELE APENAS ME DISSE QUE EU MORRI E REVIVI PASSEI POR UM MILAGRE MERECIDO... ISSO É VERIDICO AMIGOS.. POR ME LEMBRAR EXATAMENTE ONDE ESTIVE E TAMBEM COMO LA FUI TRATADO... JA TOMO BIOVIR E HISTOCRIM A MAIS DE 7 ANOS CD4 850 CARGA VIRAL SEMPRE INDETECTAVEL NESTE 7 ANOS... ENTÃO CREIO EU Q NÃO EXISTE TEMPO DEFINIDO DE DURAÇÃO DA SOBREVIDA DE PORTADORES.. ESTE PAPO DE 56 MESE NÃO BATE ENTENDE... NUNCA FOI PRECISO ALTERAR A MEDICAÇÃO... O DETALHE É QUE SEMPRE ACREDITO EM DEUS E EM MEU INCONCIENTE PENSO SEMPRE QUE NÃO TENHO NADA E NENHUM VIRUZ BABACA IRA ME DERROTAR... NÓS PODEMOS MAIS QUE ELES..A DICA QUE DOU É QUE VC TOME CORRETAMENTE OS MEDICAMENTOS E CONFIE SEMPRE NA SUA CAPACIDADE.. EM POUCO TEMPO VERA O QUANTO SE SENTIRA MELHOR... ABRAÇO A TOS E FIQUEM COM DEUS.. PQ ELE ESTA SEMPRE NO MEIO DE NÓS.. E EU ESTIVE PRESENTE PESSOALMENTE EM SUA CASA.. CASA ESTA QUE É DE TODOS NÓS... ABRAÇO A TODOS ! CASO ALGUEM QUEIRA FAZER AMIZADE COMIGO PODE MANDAR EMAIL - portadorfeliz@gmail.com

Anônimo disse...

Dr. Paulo, há risco de contaminação se um soropositivo se masturba e dps masturba a garota com a mesma mão (sem ter lavado, porém com a "mão seca", sem fluidos)?

Julio disse...

Olá Doutor, gostaria de saber se é possível eliminar a possibilidade da existencia do virus HIV numa pessoa que tem no resultado de exame de sangue uma qtdade de linfocitos por volta de 3000(3 mil) por mm3, cerca de 42% dos leucocitos.
Pergunto pq, ha 4 anos uma pessoa me espetou de proposito com um objeto cortante na arquibancada de uma quadra de basquete, tenho medo de poder ter sido infectado mas nao tive coragem ate hj para realizar o exame.
Apos 4 anos de uma possivel infecção, o exame de sangue normal de uma pessoa infectada poderia dar essa qtdade toda de linfocitos?

Paulo Giacomini disse...

Olá a tod@s. Houve uma desconfiguração e fiquei sem receber os e-mails com as perguntas aqui postadas. Vamos às respostas:

Júlio: Não sou médico, sou soropositivo, especialista em Comunicação e Saúde e não sei responder à sua pergunta. Não vejo como vc possa ter se infectado com este objeto cortante, pois não há evidências de que ele tenha cortado uma pessoa com HIV antes de cortá-lo. Para tirar sua dúvida, sugiro que vc procure um médico.

17 de abril: Há risco de infecção pelo simples fato de que o HIV pode permanecer vivo no ambiente por algumas horas.

Mãe da Brenda: Há métodos já disponíveis no Brasil que evitam a transmissão de mãe para o bebê, com a tomada de medicamentos antirretrovirais durante a gravidez e na hora do parto. Mas não sei se é possível a fecundação sem infecção. Aconselho a Brenda a tirar esta dúvida com o médico que a acompanha.

9 de abril: As principais diferenças entre o HIV e o vírus da Herpes são: A) a Herpes é um vírus de DNA e o HIV um vírus de RNA, um retrovírus; B) a Herpes é provocada pelo vírus da catapora, não mata, provoca apenas lesões, e pode ser controlada e aparece com a baixa imunidade e o estresse; C) o HIV debilita a imunidade, é controlado por antirretrovirais e é fatal.
Não há uma fórmula para se lidar com a notícia do diagnóstico positivo para o HIV. Entretanto, um bom aconselhamento médico e psicológico são fundamentais, bem como o apoio de amigos e/ou familiares. Manter contatos com outras pessoas que vivem com HIV também pode ser uma boa estratégia.
Ainda que tenhamos avanços tecnológicos bastante importantes nos últimos anos, lembro que nenhum vírus teve encontrada a cura. Exceto o vírus da varíola, que foi erradicado no Brasil com a vacina. Mas esta, no caso do HIV ainda parece distante.

Francisco. disse...

Olá Paulo,

Adorei o seu blog. Vejo muitas questões altamente pertinentes sobre DSTs, principalmente HIV. Porém, gostaria (pode ser em pvt) que você descrevesse sua vida hoje, como está sua saúde, suas rotinas, quais ARTs usa e com que frequência. Obviamente não sei se você possui interesse em responder estas questões, mas de qualquer forma, aí está.

Forte abraço.

Anônimo disse...

Olá Paulo, tudo bem? Estou preocupado pois estava ficando com uma menina e quando estava beijando seu o pecoço a parte de trás do brinco dela feriu meu rosto, saindo um pouco de sangue. Se ela tiver aids, posso ter pegue? Acho que a orelha dela não era récem furada.

Paulo Giacomini disse...

Oi. Se o brinco da garota feriu seu rosto, por que ela te transmitiria o HIV se ela não sangrou? Ou sangrou? Ela tem HIV? Na situação q vc relatou, sem ela ter sangrado, não há risco de transmissão do vírus.


Gostei da sua sugestão FRANCISCO, obrigado! Vou preparar uma postagem especial sobre isso. Mas pode demorar uns dias, ok?

Anônimo disse...

Olá paulo, muito obrigado por responder. Não sei se a garota tem aids e também não vi a orelha dela sangrando, mas como se trata de um brinco (objeto cortante) numa orelha fiquei imaginando diversas situações, como orelha inflamada por exemplo (mas também não percebi se estava inflamada). Você acha, com sinceridade, que meu problema é psicológico? Deus te ilumine.

Paulo Giacomini disse...

Olá novamente. Problemas psicológicos todos nós temos, em graus maioress ou menores. Mas se vc estiver vendo Aids em tudo ou em quase tudo, seria bom procurar um psicólogo pra ver o que isso tem a ver contigo. Abração!!!

Anônimo disse...

Olá Paulo,
ontem sai com um rapaz e fizemos tudo de preservativo, mas na hora da penetração, eu era o passivo e a camisinha estourou, logo que percebemos, paramos!
Gostaría de saber, se o risco é muito grande nessa situação.
Paramos na hora que percebemos, na hora de introduzir o penis em mim aconteceu e fiquei muito preocupado!
As possibilidades são muito grandes, pois não houve ejaculação em meu ânus. Que fazer?
Abraços, Rg

Paulo Giacomini disse...

Olá RG. Só há risco nesta situação se houver fissuras anais e penianas. Mas se vcs pararam quando perceberam, o risco é quase zero. Não se preocupe e quando for colocar um preservativo, aperte bem a ponta para que o ar seja completamente eliminado.

Francisco disse...

Obrigado Paulo,

Fico feliz que gostou da idéia.

Abraços.

Francisco disse...

Oi Paulo,

Gostaria de saber se você tem conhecimento e qual a sua opnião sobre o reportado no site abaixo:

http://www.boydgraves.com

Abraços.

Paulo Giacomini disse...

Olá Francisco. Não conhecia o "Doctor" Graves. Passando rapidamente pelo site, acho que ele está ganhando dinheiro com incautos. De qualquer forma, vou enviar o link pra um amigo, que é expert em trabalhos científicos e ver o que ele me diz.
Mas, a princípio, se a teoria dele, que é dos anos 80(!), for verdadeira, foram criados 2 vírus. Pq algumas espécies de macacos têm o SHIV, um "primo" do HIV. Também não acredito muito em teorias de conspiração. E dr. Graves deveria estar apresentando suas teorias à comunidade científica e recebendo recursos financeiros do National Institute of Health, dos EUA, se suas teorias fossem provadas. A única evidência que apresenta, pelo que vi, é um suposto mapa da criação do vírus nos anos 70. Como ele prova que esse mapa é verdadeiro?
Vc sabia que a gonorreia é natural de cães e chegou até nós porque alguém fez sexo com cachorros? Como fazem com galinhas, cavalos etc...
Enfim, resumidamente, acho mesmo que ele está ganhando dinheiro de incautos e apocalípticos que não acreditam no HIV. Há outras teorias como a do "doctor"...
Agora, não tive paciência pra ir mais fundo e não sei se no hipotético pressuposto do "cientista" o HIV teria sido criado para exterminar parte da humanidade ou se foi para que os laboratórios ficassem mais ricos. A parte da humanidade que seria exterminada ainda não o foi. Mas os laboratórios certamente ficaram mais ricos e poderosos.
Abraços.

Francisco disse...

Obrigado Paulo,

Realmente faz sentido a sua afirmação. É possível perceber que ele não possui nenhum apoio no estudo dessa teoria. e ainda pede doações. por outro lado, talvez alguém saiba que isto é a verdade e não apoia justamente para que esta saga continue e os laboratórios continuem enriquecendo. É possível encontrar muito informação sobre possíveis curas, porém, nada conclusivo (tetrasil, gp9 e gp16, gp120). Parece que as notícias aparecem, e logo após sua aparição, nada mais é comentado sobre o assunto.

Abraços.

Anônimo disse...

Olá me chamo Allan42,

Eu sou homossexual passivo , e sempre tenho relações sexuais com parceiros difrentes.Desde da minha última relação a cerca de um mês atrás, eu venho sentindo alguns sintomas e eu estou achando que estou infectado pelo HIV.Esses sintomas são:Dor nas axilas,na virilia,as vezes dor de cabeça ,e garganta inflamada.Porém estes sintomas não são frerquentes.Eu estou meio confuso e gostaria que você me orienta-se em relação de como proceder.
Um grande abraço!!!

Allan 42

Larissa disse...

Paulo, parabéns por esse blog, ele é bastante esclarecedor e com certeza tem ajudado muitas pessoas, sejam elas portadoras ou não do HIV.
Gostaria apenas de esclarecer uma dúvida que me deixou bastante confusa. Em um comentário perguntando se era possível haver contaminação se um homem se masturba e em seguida masturba uma garota com a mesma mão (havendo troca de fluidos) você respondeu que desconhecia casos de contaminação desse modo. No entanto, em um outro comentario que pergunta se existe a contaminação em uma situação parecida, mas com a mão do homem seca (sem fluidos), você disse que há o risco. Fiquei confusa, o risco existe ou não? Há casos de contaminação assim? Li comentarios em vários lugares (inclusive de portadores do HIV q estao em relações sorodiscordantes ) que o virus se inativa em questao de segundos, no máximo minutos no meio externo (inclusive isso foi confirmado por um professor de virologia). Mesmo assim, continuei confusa. Gostaria de saber sua opinião para esclarecer essa minha dúvida.

Mais uma vez parabéns pelo belo trabalho!

Paulo Giacomini disse...

Allan42: Sugiro que vc procure um médico e faça um exame de HIV.

Larissa: Obrigado pelos elogios e pela oportunidade de esclarecer o que parece ser uma contradição. Pesquisas mais recentes afirmam que o HIV permanece vivo por algumas horas e não por segundos ou minutos, como se pensava anteriormente. Assim, no caso de troca de fluidos, mesmo com a mão seca, há risco de infecção. E, embora eu desconheça casos de infecção nessas condições, se eles existirem, serão registrados como infecções por transmissão sexual. Espero ter esclarecido sua dúvida. Entretanto, se ela persistir, não se acanhe em postá-la novamente.

Paulo Giacomini disse...

Larissa, na página do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, mais especificamente em http://www.aids.gov.br/data/Pages/LUMISBF548766PTBRIE.htm há a seguinte resposta à pergunta sobre o tempo de vida do HIV em ambiente externo: "O vírus da aids é bastante sensível ao meio externo. Estima-se que ele possa viver em torno de uma hora fora do organismo humano. Graças a uma variedade de agentes físicos (calor, por exemplo) e químicos (água sanitária, glutaraldeído, álcool, água oxigenada) pode tornar-se inativo rapidamente."

Larissa disse...

Obrigada Paulo, ajudou a esclarecer sim!
Agora, sobre essa inatividae do virus, voce sabe me dizer se ele pode voltar a se tornar ativo?

Paulo Giacomini disse...

Larissa, a palavra nem deveria ser inativo, pois ele não volta à atividade. Na falta do sangue, o vírus morre.

rafael disse...

paulo queria qui me tirase umas duvidas. tive relação com minha ex sem camisinha a pouco tempo,agora sinto umas coseiras no meu penis,queria saber si pode ser um sinal de alguma doença? ou possa sem tbm pelo fato qui eu esteja trabalhando a noite i passo um tempo sem tomar banho ?
ñ esta aparentando ter nada só essa coseira que as veses dá
e ta me deixando procupado

Paulo Giacomini disse...

Olá Rafael, se vc transou com ela num hotel, pode ser chato, espécie de piolo que adora nossos pelos pubianos.
Não acredito que o fato de vc trabalhar à noite possa interferir na higiene. Afinal, se vc estivesse dormindo tb não tomaria banho.
Sugiro que vc procure um médico se ainda estiver com as coceiras.

Anônimo disse...

ola paulo, fiz uma doação de sangue no dia 30/12/2009 no dia 4/01/2010 o loboratorio me chamou para nova coleta de sangue so retornei 22/01/2010 no começo de fevereiro eles me chamou para dar os resultados dos exames que foi feito, so então me foi falado que o meu exame deu hiv positivo eu naquele momento fiquei em choque logo que tinha 4 dias que meu esposo tinha falecido de cancer de vias biliar a parti dai me veio as duvida: durante o tratamento do meu esposo contra o cancer ele recebeu varias vezes sangue e durante este periodo tivemos umas 2 relaçoes sem camisinha logo que estavamos casado a 8 anos, segundo ao procurar o medico ele me disse pra ficar tranquila pq os exames podia estar errado e me solicito algums novos exames realmente pode esta errado ou eles fala isto pra deixa agente mais tranquila por alguns dias , terceiro em março de 2008 fiz exame de hiv e deu negativo eu estava gravida tive minha filha de parto cesario e amamentei ela ate alguns dias antes do resultado positivo eu posso ter passado esta doença pra ela? ainda não fiz os exames que o medico pediu e nem voltei nele pq estou com meu plano de saude suspenso tudo indica que no proximo mes estara tudo resolvido... desde já agradeço sua atenção sei que vc não e medico mais vc tem ajudado muita gente com as suas informações

Anônimo disse...

uma pergunta uma mulher que tem aids ela possou a mão no meu braço e a mão dela tava cortada mas onde ela passou o sangue no meu braço eu não tinha nem um corte no locau devo mim procupar? por favor responda..

Paulo Giacomini disse...

Respondo, primeiro, à mulher, mãe e esposa que postou sua dúvida em 24 de maio. Aproveito para desculpar-me pela demora, mas tive de pesquisar bastante sobre as questões que vc coloca: 1) todo o sangue transfundido no Brasil é testado. Por isso você foi chamada para fazer novos testes; 2) Se seus exames forem positivos mesmo, há a possibilidade de você ter transmitido o HIV à sua filha. Mas isso é uma probabilidade, o que deve ser confirmado com o teste que o laboratório pediu para você refazer junto dos resultados de exame anti-HIV de sua filha. 3) Você não precisa ter plano de saúde para refazer o teste de HIV. Ligue para 0800 61 1997 (Disque Saúde) para saber onde há um Centro de Testagem e Aconselhamento em sua cidade, onde você poderá refazer seus exames anti-HIV e fazer o de sua filha gratuitamente.
Agora, uma dúvida: sendo casada há 8 anos, por que fazia sexo com seu marido com preservativos?
Se não respondi alguma dúvida, por favor, escreva novamente. E se precisar de um apoio moral, estou à sua disposição.

Quanto à questão postada hoje, 8 de junho, se não havia nenhum corte no seu braço, não há motivo para preocupação.

Anônimo disse...

Olá Paulo, boa tarde. Recebi e pratiquei sexo oral em uma mulher, que eu conheci no mesmo dia, sem proteção, porém o vaginal foi com camisinha. Gostaria de saber se corro um risco alto de ter me infectado, caso ela seja portadora do vírus hiv. Outra coisa, um mês e meio após isto, tivemos outra relação, já com preservativo tanto no sexo oral quanto no vaginal. No entanto, ela gozou sobre o preservativo e depois praticou sexo oral sobre as próprias secreções, depois disso me beijou na boca. Há algum risco nesse caso?
OBS: ela fez o teste ant-hiv um mes e meio após o primeiro ato e deu negativo. Outra coisa, ela me disse que na primeira vez que ficamos ela teve relação com outra pessoa no mesmo dia, acho que sem proteção em nenhuma relação.

Anônimo disse...

oi Paulo, eu uso preservativos, mas sendo sincera , sempre rola negocio de por so um pokin , dae fico na neura q se o cara poe um pokin , so sentir sem camisinha , deve fazer isso com outras ,cara era muito biscateiro pegava todas mas como me envolvi demais me apaixonei e burra fazia as arttes sem camisinha , so nao gosava dentro , mas ate esperma eu cheguei a engolir , eu sai com outro rapaz um dia q brigamos , e tava menstruada o rapaz me zuou e me pegou a força , sem camisinha e eu menstruada, nao sei se fiquei com mais nojo ou medo, de doença , depois ainda descobri q ele fico morando com uma garota de programa muito tempo , e q ela tem cinco filhos um de cada pai sinal q nao usa camisinha , nuss to numa neurose enorme ,de repente isso seja mais um desabafo do q duvida mas fico encanada com isso , por isso antes de fazer qualquer exame queria me informar principalmente o tempo de vida q um soropositivo tem, dae abri a pagina do seu blog me interessei e desabafei , mas certezas so terei qd fizer exame , outra coisa q me deixa bolada ja q moro em cidade pequena e o medo de pessoas descobrirem é grande.... abraços tudo de bom

Anônimo disse...

ola paulo, eu fiz sexo com um garota de programa, usei camisinha, sempre uso camisinha em qualquer relação. Porém depois de um uns 2 meses vim perceber umas bolhinhas na altura da minha bexiga, fiz pesquisas e vi que parecia herpes! eu enfatizei essa relaçao com a garota de programa, pq me parece que ela é a unica que pode ter me passado isso! minha dúvida é a seguinte, eu usei camisinha, mas ela pode ter transmitido herpes genital para mim? e se atraves dessa transissao tem como ser infectado com o HIV, caso ela tenha? lembrando que eu nao tinha nenhum corte, nem feridas na regiao genital! ou seja ela pode ter passado os dois virus? aguardo sua resposta!

Anônimo disse...

Paulo, gostaria q vc me respondesse se houve algum risco nessa situação:
Estive com um cara a um tempo atras eu o masturbei e dps ele continuou mas nao chegou a gozar. Dps de alguns minutos ele começou a passar a mao na minha bunda (mas nao tocou meu anus). Eu nao apresentava feridas e ele tinha limpado a mao na roupa. Houve algum risco?

p.s. desculpe pelos detalhes, mas é q eu gostaria de ser bem clara.

Parabéns pelo seu trabalho de esclarecimento com esse blog.

Anônimo disse...

Tive uma relação de risco em março desse ano com uma garota, pois não usamos camisinha, depois disso fiquei enlouquecido, entrei em depressão, emagreci e sinto dores musculares e nas juntas.
Fiquei esperando a Janela imunológica para fazer o exame, aí fui fazer no CTA da minha cidade, lá tinha o exame rápido, com rapid check e o Bio manguinhos. Esse teste eu fiz com 114 dias após a relação. Ambos testes deram não-reagente para hiv. Mas eu ainda fico encanado, não durmo direito, como mal, minha cabeça ta horrível, eu ainda estou magro e com dores no corpo há quase dois meses. Será que posso confiar nesse exame??
Ass: desesperado

Anônimo disse...

OI paulo tudo bem,,nossa que trabalho legal o seu..bom eu sou portador a 2 anos e meio nao faço uso dos retrovirais ainda..mas o ultimo exame que fiz de carga viral e cd4 foram em novembro..nao tenho mais convenio, e na minha cidade o exame e feito 2 dias no mes aonde varias pessoas fazem num periodo de tempo muito curto.moro numa cidade pequena e nao consigo ir la pra fazer o exame,pois tenho medo de ver alguem que conheco ou alguem me conhecer...voce poderia me falar um local que possa fazer o exame de graça mas com privacidade,sou de jacarei, e poderia tar indo pra sao paulo numa boa...obrigado

Leo disse...

Boa noite!!!

No dia 22-07 eu tive uma relacao de risco onde a camisinha estorou, pior so percebi no final.

No dia 04-08 senti muita dor de barriga e tive diarreia neste dia, depois fiquei aproximadamente uns 14 dias com muitas gases e dor na parte de cima barriga (figado )e com fezes descoloradas, porem nada liquido.

No dia 10-08 e 11-8 fiz esforco fisico grande e tive um mal-estar que não me aguentava ficar em pe e a noite terrivel, onde suei muito enquanto eu dormia.

na semana do dia 10-08 tambem comecei a sentir uma sensacao de dormencia e ardencia no braco esquerdo, que dura ate hoje.

Em aprocidamente 1 mes perdi 4kg, claro que nos primeiros dias eu estava com tanto medo que perdi a fome e sono.

Fiquei com muito medo e procurei um medico ja fiz o exame e deu negativo.. agora estou esperando passar mais 3 meses para um novo exame.

o que me deixa com mais medo é o suor nortuno que ja dura 20 todas as noite e a dor; sensacao de dormenci no braco esquerdo.

Espero que isso seja sintomas da minha mente...

Será que estou com hiv?

jocelaine disse...

Olá Paulo eu me chamo Regina me apaixonei por um soro positivo, e decidi ter um filho com ele.Hoje encontro poucas informações sobre a lavagem de sémem, até os ginecologistas da minha cidade não sabem o que dizer sobre o assunto,como somos soro discordantes todos acham uma loucura a minha decisão, gostaria de saber se vc sabe algo a respeito da inseminação artificial feita com o sémem lavado em laboratório. Dizem que não há riscos depois do sémem lavado, fico no aguardo de respostas abraço e parabéns por todas as informações cedidas aqui.

Anônimo disse...

Oi, Paulo.

Meu companheiro morreu em decorrência da aids recentemente. Nós não sabíamos que ele era portador do vírus e por isso não tivemos tempo suficiente para tratá-lo. Fiz um exame há algumas semanas e o resultado foi não-reagente. Nós não tínhamos relações sexuais há mais de 3 meses. Qual é a probabilidade de eu ter contraído o vírus?

Obrigado desde já pela resposta,
Gabriel.

Anônimo disse...

Sou soro positivo a 6 anos com a carga viral indetectável faço exames e sempre dão não reagente isto acontece mesmo ou é erro ..

Mensageiro do Amor disse...

Sou soropositivo a seis anos, tenho um relacionamento com um rapaz e só fazemos sexo anal. Gostaria de saber se ele corre o risco de se contaminar fazendo sexo anal comigo sem preservativo?

Anônimo disse...

Olá, gostaria de fazer uma pergunta. Fui ao cabelereiro, e a navalha estava com um pouco de sangue. O cabeleireiro limpou-a com alcool, trocou a lâmina, colocou uma nova e em seguida cortou meu cabelo. Há algum risco de transmissão de alguma doença nesse caso? Grato pela atenção.

Anônimo disse...

Bom Dia, eu me chamo Francisco Jose, gostaria se possível que o senhor me ajudasse um pouco com umas dúvidas que eu to na cabeça o dia todo.
A uns 9 meses tive uma relação de risco com uma garota de 18 anos, de lá pra ca eu nao consigo dormi mais, pensando toda hora que possa estar com HIV,
todo resfriado ou gripe que tenho passo dias martelando na cabeça que são os sintomas do HIV.. Há uns 15 dias eu fiz uma geral no meu sangue, que eu faço
todos os anos, só não fiz o de HIV, os teste que eu fiz foram os seguintes ( Hemograma Completo - Série Vermelha (Normocítica e Normocrômica) -
Série Branca (Leucócitos Morfologicamente Conservados) - Série Plaquetária (Normal ao exame do esfregaço), ) - Exame de Urina - Parasitório de Fezes -
Hormonio Tiroestimulante TSH - T4 Livre - Gama Glutamil Transpeptidase GGT - Dosagem de Lipase - Dosagem de Triglicerideos - Bulirrubina Total e Frações -
Dosegam de Glicose - Dosegem de Colesterol - Colesterol HDL - LDL Colesterol - Dosegame de Albubina - Dosagem de Fosfatase Alcalina - Aspartato Aminotransferase AST, TGO
Alanina Aminotransferase ALT,TGP - Tempo de Protrombina ).
Todos esse meus exames não deu nehuma alteração, NADA, todos normais . Eu gostaria de saber se eu tiver com HIV, esses exames poderiam me dar alguma pista ou sinal, eu
seu que não diz que tem HIV, mas se tiver não teria que dar alguma coisa de anormal nesses exames?
Eu Agradeço se o senhor puder me ajudar. Bom Dia, Aguardo...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Tatiany disse...

Olá, meu nome é Tatiany e antes de tudo gostaria de barabenizá-lo pelo site. A razão pela qual lhe escrevo é a seguinte: minha mãe é soropositiva e toma o coquetel há 12 anos. Outro dia ela não estava conseguindo pegar uma das cápsulas no frasco(estavam colados pois ficaram fora da geladeira algum tempo) e pediu para que eu descolasse para ela tomar, ocorre que eu cortei de leve o dedo no restinho de alumínio da proteção do frasco (daqueles arranhões que ficam com um filete se sangue) e quando eu reclamei ela disse que também tinha se arranhado( já entrando em pânico) e que eu deveria ir imediatamente no médico a fim de verificar se existe algo para evitar que eu me contamine, como nos caso dos profissionais de saúde, porém eu não creio que tenha me exposto ao vírus, pois somente eu me cortei ela apesas se arranhou no alúmínio, sem que saísse sangue. Gostaria de saber se realmente existe essa possibilidade? Minha mãe fala nisso todo dia, desde então se passaram 15 dias. Eu sinto que ela sente-se culpada, o que devo fazer, vou a um médico ou não? E se houve contaminação devo contar pra ela? Por favor me ajude, pois não quero que ela se sinta mal...Obrigada desde já!

Paulo Giacomini disse...

Tatiany, acho q as últimas perguntas q vc me faz é vc mesma quem deve respondê-las. Há o risco de infecção na situação que vc descreve, ainda que bem pequeno. Se vc tiver uma vida sexual regular, aproveite, os CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento) ou o centro de saúde onde sua mãe se trata pode indicar a vc o local do teste sem que vc precise consultar um médico para pedi-lo, gratuitamente.


RESPOSTAS AOS COMENTÁRIOS ANTERIORES:

07/09: Obrigado por encontrar informações relevantes aqui. Tive um amigo muito querido que trocou seus medicamentos por essas promessas de cura por poções milagrosas. Infelizmente ele já não está mais entre nós para dizer que foi curado.

30/08: Talvez, dependendo do tempo de infecção do HIV e replicação do vírus no organismo, alguns exames específicos podem se alterar, como a contagem de plaquetas, p.e. Se vc quer um conselho, pergunto-lhe: está com dúvida? Faz o teste.

24/08: O problema aí não é o HIV, mas algum tipo de Hepatite. Sugiro que vc procure um Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) na sua cidade e faça um exame apropriado.

23/08: Sim, Mensageiro do Amor. O risco de transmissão do HIV no sexo anal é 18 vezes maior que o risco de transmissão do HIV no sexo vaginal. Se você é soropositivo e seu companheiro não é não faça sexo sem preservativos. Inclusive porque ele pode processar você por transmitir o vírus a ele. Já há casos de portadores presos e julgados culpados por infectar um(a) companheiro(a).

23/08: Como assim, não reagente? Vc faz o teste de HIV sempre novamente? Desculpe, não entendi.

15/08: GABRIEL, desculpe não ter respondido antes. Sinto muito por vocês. Na situação que vc descreve, com 3 meses sem relação sexual e exames negativos após o óbito, não vejo probabilidade. Entretanto, eu faria novo teste e tentaria procurar um protocolo de pesquisa que estivesse estudando os anticorpos neutralizantes, que são defesas (anticorpos) que apenas algumas têm de ter alto risco de infecção, como o seu caso, uma vez que seu companheiro já devia estar com HIV há uns 5 ou 10 anos.

06/08: REGINA, é Política do Ministério da Saúde ajudar pessoas com HIV a terem filhos. Procure o médico de seu companheiro e converse com ele a respeito.

02/08: LEO, os sintomas que vc descreve, com a descoloração das fezes, parecem mais de hepatites. Sugiro que ao repetir os exames de HIV faça um hemograma completo.

31/07: Procure seu médico e informe-se se é possível realizar exames em uma cidade próxima ou mesmo o tratamento.

29/07: Desesperado, espero que sua vida já tenha voltado ao normal. Os testes são confiáveis, até que se prove sua ineficácia. Se tiver dúvida, faça o teste novamente.

20/07: Obrigado pelo elogio. Não vi risco nesta situação.

19/07: Vírus como o HPV, sim, mas herpes eu não sei. De qq forma, herpes é uma coisa e HIV, outra. Você já fez o teste de HIV?

12/07: Saiba que ninguém pode ser discriminado por procurar o próprio bem estar e uma vida mais saudável. Assim, se vc for discriminada por alguém de sua cidade porque essa pessoa viu você entrar ou sair de um ambulatório médico, faça um boletim de ocorrência na delegacia e procure a Justiça.

09/06: Sugiro que vc também faça um teste anti-HIV. Mas, pela situação que vc refere, o risco é muito pequeno.

Peço desculpas pelo tempo que fiquei sem responder as dúvidas, mas meus estudos têm me tomado todo o tempo que tenho.
Portanto, se sua dúvida não for respondida no tempo que vc gostaria que fosse, desculpe e, em tendo alguma dúvida, faça o teste anti-HIV. Ah, cuide-se, pois a vida, até que se prove o contrário, é apenas uma.

Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Giacomini disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Olá Paulo sou jornalista e descobri recentemente que sou soropositivo(3meses), gostaria de elogiar seu blog e esclarecimentos.
E tambem fazer a seguinte pergunta:

A carga viral dos meus primeiros exames deu muito alta, sendo que eu tinha me relacionado sexualmente sem camisinha ha um ano, e fui logo diagnosticado com Aids. É possível que em um ano a doença se manifestasse tao rápido?

Paulo Giacomini disse...

Olá colega. É possível, sim. Essa possibilidade vai depender do nível da virulência da cepa do vírus, entre outros fatores.
No começo dos anos 90 um médico me disse que, já naquela época (não havia leitura de CV) eu devia estar infectado havia mais de dez anos, pois meu CD4 estava por volta de 250 (uma pessoa sem doença auto-imune tem normalmente dentre 1000 e 1200 de CD4).
Qq coisa 'tamos aí.

Anônimo disse...

Oi, Paulo, obrigado pela resposta, rápido não!?

Amanhã tenho consulta com meu médico e vou falar com certeza sobre vc, tenho apenas 21 anos me formei recentemente em jornalismo. Parabéns mesmo. Espero um dia ajudar as pessoas como vc ajuda. obrigado, e sempre que eu tiver uma dúvida estarei aqui!abs

Anônimo disse...

OI PAULO QUE BOM QUE VC RETORNOU, EU FIZ A POSTAGEM DO MES DE 19 DE JULHO, EU FIZ O TESTE HIV SIM E DEU NEGATIVO, E O MEDICO DESCOBRIU QUE AS BOLHINHAS ERA MOLUSCO CONTAGIOSO... JA ME TRATEI DESTES MOLUSCOS, MAS NA QUESTAO QUE EU LEVANTEI NA EPOCA, COMO EU DISSE EU USEI CAMISINHA E MESMO ASSIM PEGUEI MOLUSCOS, EU QUERIA SABER SE ESSA GAROTA DE PROGRAMA FOR INFECTADA COM O VIRUS HIV, ELA PODERIA TER ME PASSADO HIV PELO CONTATO DE PELE QUE TEVE , OU SEJA EU QUERIA SABER SE O HIV PODE TER VINDO JUNTO COM O MOLUSCO, VENHO LEMBRAR QUE O MOLUSCO APARECEU NA MINHA BEXIGA! E QUE EU SEMPRE USO CAMISINHA NAS RELAÇOES! EU FIZ O TESTE HIV E DEU NEGATIVO E FOI TRES MESES APOS ESSA RELAÇAO! GOSTARIA QUE VC ME DESSE O SEU PARECER! POSSO FICAR TRANQUILO?

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo. Acho que vc pode ficar tranquilo, pois o HIV só consegue infectar no contato com o sangue.
Abraço!

Anônimo disse...

Olá paulo blz?!
Cara, tow com algumas duvidas;

1º)Há a possibilidade de pegar HIV com uma gotícula de sangue n vista a olho nu no cigarro de um amigo q peguei p fumar?

2º)Domingo minha mãe foi visitar um amigo q ta com HIV no hospital lá p 15 Hrs, ela alisou o braço dele e o rosto e tals. Lá p 18 Hrs ela chegou aqui em casa e eu fui abraça-la.Alguns minutos depois eu fui roer unha, e qndo eu tava roendo, minha unha bateu na gengiva e doeu. Quais as chances de se pegar HIV nessa hipótese com uma suposta gotícula n vista a olho nu que possa ter passado do menino p/ a pele da minha mae e dela para minha unha qndo a abracei?

3º)Há algum risco de apertar a mão, alisar alguem com HIV, pelo fato de goticulas n vista a olho nu, ficar em minha unha e tals?!Parecer q n tem sangue na pele, mas acabar tendo?!

4º)Sou muito preocupado nos locais q toco e tals, com medo q possa ter alguma goticula de sangue n vista a olho nu e que eu va roer unha e acabe pegando hiv. Quais as chances de eu pegar assim? O HIV só sobrevive até uma hora no meio externo é?

Tenho muito medo de pegar HIV.

Desde ja agradeço muito...

Anônimo disse...

Olá paulo blz?!
Cara, tow com algumas duvidas;

1º)Há a possibilidade de pegar HIV com uma gotícula de sangue n vista a olho nu no cigarro de um amigo q peguei p fumar?

2º)Domingo minha mãe foi visitar um amigo q ta com HIV no hospital lá p 15 Hrs, ela alisou o braço dele e o rosto e tals. Lá p 18 Hrs ela chegou aqui em casa e eu fui abraça-la.Alguns minutos depois eu fui roer unha, e qndo eu tava roendo, minha unha bateu na gengiva e doeu. Quais as chances de se pegar HIV nessa hipótese com uma suposta gotícula n vista a olho nu que possa ter passado do menino p/ a pele da minha mae e dela para minha unha qndo a abracei?

3º)Há algum risco de apertar a mão, alisar alguem com HIV, pelo fato de goticulas n vista a olho nu, ficar em minha unha e tals?!Parecer q n tem sangue na pele, mas acabar tendo?!

4º)Sou muito preocupado nos locais q toco e tals, com medo q possa ter alguma goticula de sangue n vista a olho nu e que eu va roer unha e acabe pegando hiv. Quais as chances de eu pegar assim? O HIV só sobrevive até uma hora no meio externo é?

Tenho muito medo de pegar HIV.

Desde ja agradeço muito...

Anônimo disse...

e awe paulo blz?!
cara, todo dia entro no site p ver se tu respondeu minhas duvidas, que estão acima...
Tow muito ansioso p saber o q tu acha...
Esperando resposta ansiosamente...

desde ja agradeço.

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo, blz. Desculpe, mas estou estudando muito e sem muito tempo pra escrever. Amig@s tem sido compreensiv@s...
Mas, na tentativa de diminuir sua ansiedade, posso dizer q ñ vi possibilidade de risco nas situações descritas.
SE ainda permanecerem dúvidas, escreva novamente ou procure orientação especializada.
Abraço!

Anônimo disse...

Vlw paulo e desculpa estar tão ansioso p tua resposta, mas é pq eu n sabia q tavas estudando e tals...quer dizer q posso ficar tranquilo né?!...eu só tenho mais uma dúvida:

1º)o tempo em que disseste em outros posts, p o vírus ficar inativo é de mais ou menos 1 hora certo?!se for uma gotícula de sangue n vista a olho nu, seria 1 hora tbm, ou diminuiria esse tempo?!pq vi num site q o tempo de até 1 hora varia pela quantidade de sangue q se tem...se possível, tu pode me esclarecer isso?!

2)no caso de ir cortar o cabelo no barbeiro e o mesmo repetir a gilete, ele precisa cortar o anterior e cortar o seguinte p transmitir, ou só o fato de usar faz pequenos ferimentos e pode transmitir?!tenho essas duas dúvidas...

Parabens, pela iniciativa de ensinar sobre hiv as pessoas, pois ainda hj, existem jovens q n acreditam q se pode pegar hiv atraves do sexo...E vc parece ser, pelo seu histórico, a pessoa certa p ensinar sobre isto.

Anônimo disse...

paulo, tira essas minhas duvidas e prometo n te incomodar mais visse?!kkkkkkkkkkkkkk...

Abraço cara.

Paulo Giacomini disse...

Amigo,
1) esta uma hora não depende da quantidade do sangue e sim da quantidade de vírus que há nele. Mais uma vez, não vi possibilidade de risco, pois se a gotícula de sangue não era vista a olho nu, como saber se havia sangue?
2) depende, novamente, dessa uma hora. Geralmente, os barbeiros trocam as lâminas, mas é bom ficar atento.
Abraço.

Anônimo disse...

quer dizer q é uma hora mesmo né?!a diferença é se vai variar é quantidade de vírus, mas é uma hora né isso?!

Abraço.

Anônimo disse...

justamente por n saber se existia ou n q eu estou noiado com isso entendesse?!Pq minha mae chegou em casa 3 horas depois...mesmo se tivesse ja estaria inativo num é?!

Mais uma vez, abraço.

Paulo Giacomini disse...

Amigo, mais uma vez repito: o que vai determinar a probabilidade de infecção no caso descrito por você é a quantidade de vírus no sangue e a capacidade deste vírus sobreviver depois do sangue coagulado.

Sugiro a você que duas semanas após o suposto contato, você faça um exame anti-HIV, gratuito nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), em todo o Brasil.

Anônimo disse...

e para fazer o exame num é 3 meses depois?! como assim duas semanas depois?!

Abraço

Anônimo disse...

e awe paulo blz?!sou eu de novo...
Por acreditar nessas hipóteses, tu acha q preciso de ajuda psicológica ou minha preocupação faz sentido?!E sobre o tempo de atividade do vírus, eu fui num médico e ele me disse que o vírus fica inativo em alguns minutos, e que pela quantidade de sangue q eu supostamente acredito ter, é q é alguns minutos mesmo.
Eu fico assim noiado, por n ter quem me informe as coisas direito ta ligado?!
Posso até estar te incomodando, mas ter alguem p responder as coisas me deixa mais leve entendesse?!

ABraço paulo e se tiver te incomodando, desculpa ta cara...

Paulo Giacomini disse...

Amigo, vou devolver a pergunta: vc acredita que precisa de ajuda psicológica? Aqui, longe de suas expressões e seus medos, digo que acho q há mais coisas entre o céu e a terra do que nossa vã filosofia pode supor. Arremato com outra frase feita: passarinho que come pedra...
Mas o importante é que vc fique tranquilo. E que use preservativo em TODAS as relações sexuais. Ou estás mesmo preocupado com uma gotícula de sangue não vista a olho nu?
Recomendo o uso da camisinha porque o amor, a paixão e o desejo não protegem do HIV, mas o preservativo protege. Então, recomendo que se alivie desta noia toda fazendo um teste anti-HIV e use preservativo. Sempre! E vc não me incomoda. Só não sei o quanto tempo posso demorar para responder as dúvidas.
Abraço!

Anônimo disse...

valeu, paulo...e eu posso esperar o tempo q for necessario p obter suas respostas...
O ruim é ter q esperar tres meses p fazer um exame vei...horrivel...mais é assim mesmo...

Abraço paulo.

Paulo Giacomini disse...

Então, há alguns CTA que têm o teste rápido, cujo resultado sai em 30 minutos. Abraços e boa sorte.

Anônimo disse...

não pow, entendesse errado...o que quis dizer é que o exame anti HIV, o cara num tem q fazer com 3 meses do ocorrido p ter certeza q n tem nada num é?!

Abraço

Paulo Giacomini disse...

Então, estou pesquisando isso. A última informação que tinha é que a janela imunológica (o período da provável infecção à real detecção do vírus no sangue teria baixado para de 4 a 8 semanas (um a dois meses), mas estou checando a informação, ok?
Abraço.

Anônimo disse...

Olá Paulo,Me chamo Pedro
Uma dúvida, sou casado, mas devido a problemas de relacionamento, tive uma relação fora. Usei camisinha, mas fiz sexo oral na menina, eu estava com uma pequena afta, bem pequena na gengiva inferior. 5 dias depois nasceu uma bolha no meu prepúcio, pelo que li, pode ser sífilis, fui ao médico e ele pediu exames. Esdtou aguardando. Será que peguei HIV ? Petgunto, pois minha esposa e eu voltamos após 3 dias dessa relação e transamos, hoje ela esta com mal estar, dor de cabeça, teve febre a noite toda, mas que ja passou. Diz ela que quando tem crises de rinite e sinusite, ela fica assim, mas muito tempo ela nao fica assim. Ela não tem ganglios, nem rash. O que você acha ?Posso ter pego nessa relãção e passado a minha esposa ? Rinite e sinusite causam febre ?
Obrigado,

Paulo Giacomini disse...

Olá Pedro.
Vc não perguntou ao médico a possibilidade de ter contraído HIV?
Sua bolha no prepúcio pode ser uma porção de coisas. E também pode ser sensibilidade a algum componente do lubrificante do preservativo...
As secreções genitais podem conter o HIV. E pode haver infecção caso a moça tivesse uma carga de HIV bastante alta na secreção e vc estivesse com alguma ferida na boca. Caso contrário, não há possibilidade de infecção.
Espere entre 8 e 12 semanas (dois a três meses) depois dessa relação e faça um teste de HIV.
Sinusite pode provocar febre, entre outros sintomas.

Elisângela disse...

olá,estava lendo seu blog em busca de respostas para o que acontece com meu pai.
O que acontece é o seguinte:Meu pai descobriu ser soropositivo depois de longos meses de diarréia,e logo teve que começar com os antiretrovirais,em seguida veio uma tosse seca,como se estivesse com catarro preso nos brônquios e os gânglios que só tinha um ,e agora apareceram mais dois.Minha pergunta é esses gãnglios significam o que?e com o início do tratamento eles desaparecem?se sim ,em quanto tempo?e a tosse,ela cessa?Desde já agradeço pela atençaõ e aguardo resposta.

Paulo Giacomini disse...

Olá Elisângela. Gânglios são reações do sistema imunológico para proteger-se. A tendência, com o tratamento, é que eles diminuam. E não há um tempo preciso, mas as condições do sistema imunológico para isolar a infecção.
Agora, se eu fosse vc, pediria ao médico do seu pai um exame de tuberculose, que é uma doença com bastante prevalência em pessoas com HIV.
Abraço.

Elisângela disse...

Oi Paulo...
Muito obrigada por responder a minhas perguntas,foi de grande valor para mim,meu pai tem consulta em breve,vou perguntar sobre a tuberculose sim...Abraço e muito obrigada!qualquer coisa eu volto pra perguntar maissss!!

Anônimo disse...

Paulo, já tem um mês estou com linfodenopatia em regiões do corpo no tórax, coluna e umas manchas pequenas vermelhas que aparecem no tórax e somem e voltam, sem mais nenhum sintoma. Meu HIV deu negativo semana passada e meu médico disse não acreditar ser HIV por eu não ter outros sintomas, só que também ele não sabe o que é. Posso estar com esses sintomas por ser uma faze inicial e se sim quanto tempo devo repetir o teste?

Anônimo disse...

Boa noite mestre.
Tenho 27 anos, e transei com aproximadamente 60 mulheres, das quais 5 sem camisinha.
Agora parei com isso - só com camisinha mesmo -, o que está me encucando é que começaram a aparecer espinhas vermelhas, e que demoram p secar no meu corpo. Seriam estas, as tais "manchas vermelhas" da AIDS?
Obrigado.
Abraços!

Paulo Giacomini disse...

Olá amigo preocupado com suas espinhas. Nunca ouvi falar dessas tais "manchas vermelhas" da Aids. Em todo caso essas suas espinhas podem ser diversas coisas, desde alguma coisa que seu organismo está demorando para "digerir", como alguma coisa que vc tem comido e que não tem lhe feito bem, até sintomas de outras doenças sexualmente transmissíveis. Aconselho vc a procurar um clínico geral e pedir uma bateria de exames. Nós homens, independentemente se transamos com mulheres ou com outros homens, não gostamos muito de ir a médicos. Mas é sempre bom ver como estamos.

Agora quero responder ao leitor que está com linfodenopatia, que escreveu no dia 20 e eu ainda não respondi. Linfodenopatia é o acúmulo de gânglios linfáticos. Respondi em outra dúvida que muitas vezes o organismo forma esses gânglios para proteger-se e, na maioria das vezes, eles -os gânglios- vão-se embora sozinhos. Mas fique atento. Se lá pelo dia 15 de janeiro seus gânglios não tiverem diminuído, procure novamente o médico. Além de sintoma frequente em pessoas recém-infectadas pelo HIV, os gânglios podem ser sintoma de rubéola, entre outros agravos à saúde.

Abraços a todos, um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de realizações a todos!

Anônimo disse...

Pouco se diz de como são os sintomas de uma reinfecção pelo hiv, estou preocupado de ter meu atual acompanhamento com os arvs que vinha me dando bem mostrarem-se sem efeito. Quais são os sintomas da reinfecção e como o infectologista percebe que deve mudar os arvs?

Anônimo disse...

Olá, Paulo! Tudo bem?

Gostaria de parabenizá-lo pelo blog, pois vc se mostra uma pessoa interessada e estudiosa sobre as coisas! Se não for tomar seu tempo... gostaria muito de que tirasse uma dúvida minha, pois estou ficando... hmm... desesperada com uma possibilidade...

Usei uma lâmina de barbear bem de leve em minha perna, só por cima, pra tirar bem superficialmente os pêlos numa casa de praia onde eu estava neste fim de ano. Reparei que não me cortei... ao menos, não vi nenhum corte. Acontece que essa lâmina era de uma pessoa muito promíscua. Tô morrendo de medo de ter contraído algo... o que vc acha?

Obrigada.

blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
blogger disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Pouco se diz de como são os sintomas de uma reinfecção pelo hiv, estou preocupado de ter meu atual acompanhamento com os arvs que vinha me dando bem mostrarem-se sem efeito. Quais são os sintomas da reinfecção e como o infectologista percebe que deve mudar os arvs?

Anônimo disse...

Boa noite, Sr. Paulo.

Quero parabenizá-lo pelo seu blog. Ele é extremamente esclarecedor.Tenho algumas dúvidas. Tive hoje, uma relação sexual com uma garota de programa que ocorreu com o uso da camisinha e lubrificante (tubo de creme na cor branca). Eu gozei na camisinha , em seguida ela tirou a mesma , limpou o meu pênis com papel higiênico e jogou fora a camisinha. Só que eu percebi quando eu fui ao banheiro (em seguida ao ato sexual) que a base do pênis estava um pouco branca (de creme e as secreçôes dela). Será que ao limpar com papel higiênico ( ela fez isso)o pênis para jogar fora a camisinha, as secreções vaginais junto com o creme lubrificante se encostar na glande do pênis corro algum risco(na hora eu não lembro se o papel encostou na glande do pênis) ?Obrigado pela ajuda.

Anônimo disse...

oi, estou muito triste, com muitas duvidas, e preciso muito da sua ajuda, ...tive uma relação desprotegida já ta uns 4 messe, (acho que no maximo isso)e venho tendo umas poucas inflamações em nodo linfaticos...eu fiz vdrl porque apareceu uma ferida no meu pênis, deu reagente (ja tratei), mas estou com muito medo de ter contraido hiv......Meu Deus, estoutão arrependido...daria qualquer coisa pra estar saudavel....não sei se faço o exame agora ou não, estou inscrito pra um concurso em minha cidade, ele é muito importante....se eu descobrir q sou soro positivo nem sei o q eu faço....MEU DEUS!!!! ME AJUDE......

Anônimo disse...

oi Paulo!!!
em uma festa bebi muito e minhas amigas me levaram para tomar glicose na veia. desde esse dia to com paranoia que contrai hiv,memo minhas amigas dizendo que foi tudo descartavel. 10 dias deois comecei a sentir um ardor na garganta. sera que meu problema é psicologico??

Duo disse...

Boa noite

Tive uma situação de risco,me encontrei com um homossexual no qual tivemos um susto,ocorre que ao penetrar a camisinha estorou,tirei rapidamente questão de segundos,corro risco?

Me ajude

Obrigado

Antonella disse...

Ola Paulo!! Ha 2 dias descobri que minha amiga esta com AIDS, ela ta mto mau, com mto sangramento da boca, ganglios no pescoco, emagreceu cerca de 15 kilos,sente mta falta de ar, diarreia, febre duas vezes ao dia, em fim..!! mas ela sempre diz que esta com uma forte pneumonia, ficou internada 15 dias totalmente isolada.. Ela so chora, n esta conseguindo dormir e mto depre, queria fazer alguma cosia pra ajudar minha amiga...mas ela n sem abre, n sai nem de ksa mais,n vai ao trabalho, deixou o estabelecimento dela nas maos de fincionarios.. me ajude o que fazer nessa situacao.. fico bastane preocupada com ela, pq tem desde outubro estamos nessa batalha com ela passando mau indo em varios medicos.. mas ela n conta de forma alguma..!!! eu deixo ela se sentir preparada pra contar? ou sento e converso com ela? somos amigas a mais de 10 anos,penso que ela n contou ainda por medo de rejeicao sei la.. mais isso jamais ira acontecer..!! ficarei aguardando seu conselho.. obrigada

Anônimo disse...

Olá, poderia me ajudar? Há uns cinco anos tive relação desprotegida com um carinha usuario de drogas e que vivia com várias mulheres o tempo todo, eu era nova e ele foi o meu segundo homem. Logo depois ouvi por segundos que ela tinha HIV e ele mesmo me disse que era mentira. Nunca tive a coragem de fazer o exame, mas sempre fico muito doente e de la p ca, ja tive varias relacoes desprotegidas por acreditar que eu não tinha nada e não ia passar e neh contrair algo para os meus parceiros. Hoje sinto minha imunidade baixa, tenho um namorado serio há alguns meses e nao usamos preservativos por insistência dele no começo da relação, meu namorado até me mostrou um exame recente que dizia que ele não tinha doenças pois era doador de sangue, dois meses depois ele teve uma vários sintomas de uma pessoa que adquiriu a aids, como diarreia, ganglios inchados, dores pelo corpo e bolhinhas no local que houve a suspeita contaminacao, o pênis. Hoje fui na ginecolgista e pelo meu histórico ela me passou o teste e disse que não aceita que eu volte sem o resultado, não sei o que fazer ou pensar, agora mais que nunca tenho a certeza de ser uma pessoa soropisitiva e ter passado para o meu namorado, ando muito preocupada mais com ele que comigo, pois o amo como nunca gostei de alguem, não sei o que falar p ele e como contar sobre essa possibilidade de os dois estarem doentes. Me sinto uma cretina por fazer isso com ele, me aconselha Paulo e será que tenho mesmo??? POR FAVOR RESPONDA.

Juninho disse...

Eu nao sei pq a relutancia em fazer o teste. faça logo antes que seja tarde demais. Tome os medicamentoe e tenha uma vida NORMAL e saudável. Eu tomo medicamentos há 1 ano, faço acompanhamentos periódicos e tenho uma vida ótima. não demore, menina pode ser tarde, faça logo. eu conheço gente q demorou a buscar ajuda e quando decidiu foi tarde pq além do CD4 muito baixo, o tratamento pelo SUS só é liberado após o resultado do exame ficar pronto, o que leva mais de 30 dias e isso pra quem está vunerável é muito tempo. não espere e não tenha medo.

Anônimo disse...

Ola, gente preciso muito da ajuda de vcs, estou desperada, meu namorado tev ontato com com uma pessoa com Virus em 2004, de la pra ca sempre faz exames periodicos, e nunca deu nada(segundo ele)em dezembro ele fez um e o médico passou os retrovirais e mandou repetir os exames, sendo q eu nunca tive sintomas nenhuma. Sera q eu ele estamos com virus???? o medico pode passar o remedio sem tem uma certeza ou sera q ele tah me engando???? por favorrrrrr me ajudem. nao sei o q fazer. Pq estamos juntos de de agoste e novembro fiz um exame e não deu nada, qual o tempo pra da alteração no exame????

Anônimo disse...

oii, minha historia é a seguinte, eu fiz sexo com uma garota de programa no mês de ABRIL de 2010, usei camisinha devidamente... porem depois eu notei que umas bolhinhas na minha bexiga, fui ao medico e ele me disse que era MOLUSCO CONTAGIOSO... fiz o exame anti hiv quimioluminescencia em julho o resultado deu nao reagente... depois dessa experiencia fiquei abaladooo.. sempre que tenho alguma coisa penso que é hiv... ai recentemente eu notei umas manchinhas brancas na minha gengiva.. fiquei apreensivo pensando que é candidiase, fui a dois dentistas e e dois me disseram que nao é nada grave, mas tb me enrolaram e nao souberam me dizer o que é... eu ja tentei remover as manchinhas e nao saem.. tive uma consulta com um dermatologista e ele mandou eu usar nistatina.. o remedio acabou e ainda ta do mesmo jeito... ai penso que se for candidiase é o sintoma do hiv, pq nao vejo motivos pra ter candidiase oral, ultimamente nao beijei niguem... se for candidiase, penso que pode ser pelo meu stress que fiquei por causa do hiv.. ou pq eu tomei remedios, pq fiz uma intervençao cirurgica... e tomei remedios durante um mes... eu fiz outro exame hiv agora no dia 1 de março de 2011 to aguardando o resultadooo com mt apreensao.. o primeiro teste que fiz é confiavel?? qual sua opniao sobre essa situaçao? li que as placas brancas de candidiase sao removiveis, e eu nao consigo remover.. o que acha sobre essa situaçao.. obrigado pela atençao aguardo sua resposta!!

Tilt disse...

Gente... estou vendo muitas pessoas desesperadas por conta de possíveis sintomas da fase infecciosa aguda do HIV. Deixa eu dizer uma coisa a vcs... muitos desses supostos sintomas são psicológicos. Se vc não teve contato direto com os fluidos da pessoa... seja esperma, sangue, etc... usou camisinha... só baseando-se em sintomas, não há como se ter um diagnóstico. Façam o exame! Eu achei que tinha me contaminado com uma lâmina de barbear... fiquei 2 meses neurótica. Tive dor no corpo inteiro, emagreci,tive dor de cabeça, garganta inflamada, mal-estar... procurava gânglios pelo corpo... tudo psicológico. Fui num CTA (onde me atenderam muito bem!), fiz o teste rápido (com um mês depois da suposta exposição), e um de sangue, mais de um mês... o resultado veio, um mês depois: NEGATIVO.

Façam o exame! E não se atenham muito aos sintomas. Nem todos os infectados os tem. Bjs a todos!

christiano disse...

Olá, um idoso caiu na rua e ajudei a levantar me sujando de sangue dele no meu braço e peito. Supondo que tenha, o contato de sangue no braço ou peito, corre risco de pegar?

Renan disse...

Fiz sexo oral sem preservativo em um menino que depois veio me dizer que era hiv possitivo com carga viral indetectável, três dias depois fiquei com gengivite e algum tempo depois ele também. Uns 4 dias após o sexo oral que eu fiz nele, tive dor de garganta e fiquei um pouco cansado apenas. Depois de um tempo já sabendo que ele era soro positivo, ele fazia sexo oral em mim sem preservativo, e certa vez ele fez um corte pequeno no meu pênis com o dente sem querer. Fizemos só sexo com preservativo. O que me preocupou foi essas duas situações, do sexo oral e da gengivite que tive depois, e a de ter cortado um pouco meu pênis. Não apresentei nenhum outro sintoma fora a dor de garganta e um pouco de cansaço, mas que eu creio ser por dormir em horários diferentes a cada dia. Como normalmente, não tenho nenhum problema de saúde até agora. Outro fato curioso, é que quando as pessoas da minha casa ficam cou virose (gripe, resfriado) eu nunca pego a doença, raramente fico doente, no máximo uma vez por ano. Uma pessoa com HIV tem defesa contra gripe e resfriado maior? é possível que com esses contatos orais eu tenha pego HIV? e a gengivite tem algo a ver com isso?.

Anônimo disse...

Eu fiz sexo com uma garota,depois de um mes fikei sabendo q ela era soropositivo, sendo que eu n usei camisinha mais foi bem rapido foi ums 10 minutos e não teve ejaculaçao por parte dos dois nem sangramento tenho chances de ter contraido a doença? alguem me responda porfavor!!

Juninho disse...

Anônimo, não importa o tempo que durou a transa (10 minutos ou 1h). As chances de infec'ão existem sim.

Espere pelo menos 60 dias e procure um CTA, mas não se desespere, ok?

Anônimo disse...

oii, eu tive uma relação com uma garota de programa, no mes de abril de 2010, mas eu usei camisinha.. porem peguei molusco contagioso. fiz o teste de hiv e dst, deu tudo negativo, realizei esse exame no dia 29 de julho, depois disso dois meses depois senti uma dor de cabeça bem forte durante um mes, tive uma dermatitezinha na barba! porem voltou ao normal. no mes de janeiro ano de 2011 passei por uma cirurgia no joelho! ai tava mt bem nao sentia nada.quando chegou no dia 23 de fevereiro notei manchas brancas na minha gengiva.. e a lingua ficou branca.. apos notar isso fui fazer exame hiv novamente e o resultado foi negativo, com o passar do tempo apareceram umas manchas brancas do lado da lingua,e apareceram certos elevaços na minha gengiva, como se fosse caroços! fiz exames de estomago e foi diagnosticado uma gastrite leve.. esofagite, e uma laringite, o medico disse ki eu tinha refluxo gastroesofagico.. porem eu to sentindo uma irritaçao na faringe agora.. sinto umas "alfinetadas" no corpo e uns espamos! nao sei o que fazer. a cad dia ki passa me sinto pior! e os meus dois exames deram negativos.. fiz no tempo certo 3 meses apos a situaçaoe depois de sete meses do primeiro exame repeti! porem nao sei, penso ki to doente! a infectologista na epoca disse ki nao tinha nada
mas o meu quadro se agrava com o passar dos dias, eu queria saber se os exames de hiv ki fiz sao confiaveis? ou eu posso ta tendo um soroconversao tardia? eu parei de viver, fico procurando respostas! me dê uma luz! obrigado!

Paulo Giacomini disse...

Pessoal, desculpem mas não respondendo as perguntas, pois estou em fase final de redação de meu trabalho de mestrado. Mas, vejamos o que posso responder, por ordem decrescente de data:

03/05: Amigo, vc já tentou uma consulta com um endocrinologista? Depois de 3 exames negativos e esse refluxo... Procure um endocrinologista!

16/04: como o Juninho (obrigado, amigo!) disse, não importa se um ou dez minutos. Espere 60 dias e faça o teste. E lembre-se de fazer sexo com camisinha.

06/04: Renan, a função do HIV é minar nossas defesas. Dessa forma, não há como uma pessoa soropositiva ter maior resistência a gripes e resfriados. Espere os 60 dias e faça o teste.

01/04: Christiano, essa sua pergunta é piada de primeiro de abril? Se o sangue dele entrou em contato com seu sangue, espere 60 dias e faça o teste.

12/04: Tilt, lembro de sua dúvida e fico feliz que vc esteja bem. Também agradeço pela sua intervenção neste espaço. Obrigado!

03/03: Sua dúvida é igual a de hoje, 03/05. Procure um endocrinologista.

21/02: Se vc ainda estiver com dúvida, procure um médico e faça o teste.

Bom, acho que é isso. Abraços a todos e todas e desculpe pela demora nas respostas.

Anônimo disse...

Olá Alexandre me chamo Gabriel. Transei com uma garota de programa no meu carro e usei camisinha. Quando acabou a relação tirei a camisinha e ví que meu esperma estava lá, a camisinha não havia rasgado. Como vestí minha cueca enquanto estava em cima dela, ví que minha cueca pelo lado de fora e minha blusa estavam sujos de sangue, logo vimos que ela acabara de ficar menstruada. Usei camisinha, e já estava com a garganta doendo, e tosse no dia, mas tive diarréia 5 dias depois, que duraram 5 dias (fui no banheiro uma vez por dia). Me preocupou o fato dela estar menstruada, mesmo eu usando camisinha. Preciso muito de saber se houve risco.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Desculpa Paulo, Não sei onde tirei o nome Alexandre na pergunra acima.

Paulo Giacomini disse...

Olá a vc que me chamou de Alexandre (seria o grande?, kkk). Sintomas de infecção pelo HIV não aparecem no mesmo dia. Sugiro que vc espere 60 dias desta transa e faça um teste de HIV.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Gabriel disse...

Você acha que mesmo de camisinha, eu corrí risco? Qual seria?

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 338   Recentes› Mais recentes»