quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Programa de AIDS lança filmes para salas de espera

O Programa Nacional de DST e AIDS (PN-DST/AIDS) do Ministério da Saúde lança amanhã (06/11) às 19 horas, em Brasília, a série de documentários “Histórias de todos nós”. O lançamento faz parte da programação oficial da 8ª ExpoEpi - Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças.

Os documentários misturam testemunhais e reportagens com cidadãos e cidadãs comuns. “Reunimos depoimentos de pessoas comuns para criar empatia e identificação em quem assiste ao filme. Assim, trabalharemos para reduzir estigma em torno das doenças”, afirma Mariângela Simão, diretora do PN-DST/AIDS.

Dos sete documentários produzidos, três já estão integralmente disponíveis no You Tube. A série “Histórias de todos nós” reúne filmes sobre prevenção, diagnóstico e formas de transmissão da AIDS e de outras DST (doenças sexualmente transmissíveis).

Versões compactadas, de um minuto e meio, serão encaminhadas também às emissoras públicas de televisão para que os filmes sejam incluídos em suas programações. “Essa é uma forma de ampliar a audiência dos materiais e a oferta de informações com qualidade sobre DST, HIV e AIDS para a população”, explica Mauro Siqueira, produtor e diretor da série.

Os documentários produzidos abordam os seguintes temas: “Pega ou não pega?”, “DST” (dos vídeos disponíveis é o único em que há um erro nos caracteres), “Transmissão Vertical”, “Fique Sabendo”, “Preconceito”, “Vivendo com HIV/AIDS” e “Redução de Danos”, cujo vídeo disponibilizo abaixo.



Os materiais produzidos serão exibidos em salas de espera de serviços de saúde de todo o país e em outros locais onde a discussão sobre os temas podem ser estimuladas. Nessa primeira edição, 20 mil cópias serão encaminhadas aos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) e Unidades Básicas de Saúde (UBS), que dispõem de estrutura.

Interessad@s podem encaminhar solicitação de cópia para a Assessoria de Comunicação do PN-DST/AIDS pelo e-mail publicidade@aids.gov.br. Depois do lançamento, os vídeos estarão disponíveis na página do MediaCenter do portal do PN-DST/AIDS.

Na minha modesta opinião, os vídeos são muito bem feitos e devem, segundo expectativas pessoais apresentadas no trabalho de conclusão de curso de pós-graduação em Comunicação e Saúde, facilitar o entendimento d@s usuári@s dos serviços de saúde sobre as questões que muitas pessoas têm medo de fazer aos médicos.

P.S.: Como os links dos vídeos estavam errados, como apontado pela amiga Mié em seu comentário, fiz o link diretamente do Media Center do PN-DST/AIDS. Peço desculpas pelo contratempo.

2 comentários:

mié disse...

Olá querido Paulo

É com este tipo de trabalho que a informação chega mais facilmente ás pessoas.

O testemunho de quem vive com o problema é muito mais credível. Fala a mesma linguagem, viveu as mesmas experiências das pessoas alvo da mensagem. Quando ouvimos alguém falar e com a qual nos identificamos, acreditamos, prestamos mais atenção.

É "ouro sobre azul" passarem os vídeos mesmo que reduzidos na televisão. Chegará a muito mais gente e é isso que importa.

O vídeos estão muito bons. Numa linguagem comum, e simples. fácil de entender.

É um trabalho muito bom e esclarecedor. Parabéns a todos vocês.

vi estes:

http://www.youtube.com/watch?v=ZgoyILR2FIM

http://www.youtube.com/watch?v=wVsV_Vu5bsw

http://www.youtube.com/watch?v=V6DMl7jVqq8

Os links que tens no post não vão directamente aos vídeos, penso que algo esteja incompleto no endereço. Mas vi-os, seguindo o caminho do vídeo que postaste.

Um beijo

enorme

Paulo Giacomini disse...

Querida Mié,
Não sei o que acontece. Os links que tenho são os mesmos, mas não chegam aos filmes. Agora os linkei diretamente do site do Programa Nacional de DST/AIDS. Obrigado pela dica e pelo seu sempre bem-vindo comentário.
Fica com um beijo grande.