terça-feira, 20 de maio de 2008

HIV, 25 anos depois

“Gostaria de festejar com vocês o fim da Aids, ao invés dos 25 anos do descobrimento do vírus.”
Luc Montagnier, co-descobridor do vírus da imunodeficiência humana (HIV), ontem, no Instituto Pasteur, em Paris. Em 20 de maio de 1983, a revista “Science” publicava o artigo do isolamento do vírus, ainda sob a denominação de LAV.

2 comentários:

Anônimo disse...

OI Paulo, seu blog está ótimo. Ativismo é continuidade e consistência. As ferramentas disponíveis dão muitas oportunidades. Abraços, Claudio Fernandes (d'Alessandra)

Wildney disse...

Relendo seu blog lembrei de um artigo do do prof.Dr. Luc Montaigner no início da década de 90 no qual ele afirmava que aids se tornaria crônica. No artigo ele relatava a evolução da síndrome e enfatizava sobre a possibilidade da aids se tornar uma epidemia que atingiria a população sexualmente ativa independente de gênero.Na época muitos acharam que era delírio. Passado menos de 30 anos e a tese do 'bom francês'( é porque tem o pesquisador americano do mal rs) se concretiza. Só sei que ele estava certo! certíssimo quando afirmou sobre a cronicidade da aids. Ainda bem, não?
Bjs.